Globo integra área comercial e deixará de vender anúncios apenas para TV aberta

Publicado há 9 meses
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo confirmou nesta terça-feira (28) que integrou toda a sua área comercial, criando novos setores e divisões. A mais importante delas é que a emissora carioca deixará de vender comerciais e projetos para marcas apenas para a TV aberta ou uma mídia específica. A partir de agora, tudo será vendido contando todas as plataformas do Grupo Globo. Ou seja, um comercial não pode ser comprado apenas para ser veiculado na TV Globo. A empresa terá de pagar para ter seu anúncio também na TV por assinatura e no Globoplay, por exemplo.

Segundo informou a emissora, esse é mais um processo do projeto Uma Só Globo, que irá integrar todas as áreas do Grupo. Na nova divisão comercial, a Globo diz que vai dividir tudo em núcleos para entender melhor os seus anunciantes. Esses núcleos são divididos em segmentos, nomeadas como Serviços & Telecom, Bens de Consumo, Financeiro & Auto, Comércio e Governo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Outro ponto abordado pelas informações passadas pela Globo, é que este novo formato passa a valer a partir do próximo dia 1 de fevereiro. Mesmo assim, algumas campanhas já estão sendo formatadas neste novo núcleo. A expectativa é conseguir aproveitar o melhor de cada cliente da emissora carioca.

Diretor de negócios integrados de publicidade do Grupo Globo, Eduardo Schaeffer, explicou a nova linha comercial da emissora. Segundo ele, tudo foi planejado para que se chegasse a esse momento da melhor forma possível.

Projeto Uma Só Globo deve ser finalizado neste ano

“O modelo tem como objetivo fortalecer a relação com todos os agentes do mercado publicitário, reforçando o vigor do ecossistema e contribuindo para que ele se mantenha robusto e capaz de gerar valor para todos os envolvidos”, afirmou o executivo da emissora carioca.

A expectativa é que, ainda neste ano, a Globo finalize seu processo de integração total. Jorge Nóbrega, presidente do Grupo Globo, ressaltou no fim do ano passado que a emissora teria que demitir alguns nomes para se preparar para o futuro. E que seu objetivo é deixar a Globo pronta para este desafio. O investimento no Globoplay, para ele, é a prova disto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais