Globo fará “curso intensivo” com apresentadores locais escolhidos para ancorar JN em especial

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após escolher os apresentadores que irão atuar no especial de 50 anos do Jornal Nacional aos sábados a partir do próximo mês de agosto, a Globo deu novas instruções para os 27 âncoras escolhidos. Todos eles vão passar por uma espécie de “curso intensivo” de uma semana na redação do principal telejornal do Brasil, no Rio de Janeiro.

Segundo apurou o Observatório da Televisão, os âncoras vão ficar acompanhando a produção do telejornal juntamente com William Bonner e Renata Vasconcellos, além dos editores e produtores do JN, por uma semana no Rio de Janeiro. Além disso, eles irão gravar pilotos diariamente com o âncora escolhido como parceiro para apresentar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A intenção da Globo é que eles estejam preparados para fazer tudo certo no sábado em que eles forem apresentar o Jornal Nacional. O curso intensivo também serve para que medos e supostos vícios de câmera sejam corrigidos e todos entrem no padrão exigido pelo Jornal Nacional.

O curso intensivo também foi revelado por um dos âncoras escolhidos para apresentar o JN. Phelipe Lemos, da TV Gazeta, afiliada da Globo no Espírito Santo, falou sobre como funcionaria a história e citou a semana gravando pilotos e acompanhando a produção.

Especial com apresentadores locais faz parte das comemorações de 50 anos do JN na Globo

O formato do Jornal Nacional para âncoras locais será simples: um rodízio com apresentadores de todos os Estados do país, e também do Distrito Federal. A ação acontecerá aos sábados, sendo dois âncoras por vez assumindo o posto.

A atividade durará três meses e a ideia também é que seja sempre um homem e uma mulher no programa. Será a chance dos telespectadores conhecerem novos rostos e também se depararem com sotaques diferentes do Sudeste, que costuma ser o que aparece no telejornal.

Por causa disso, os habituais substitutos de Renata Vasconcellos e William Bonner ficarão de fora da produção nos meses da ação. Nomes como Rodrigo Bocardi, Maju Coutinho e César Tralli, por exemplo, terão essa ‘folga’ nos últimos meses do ano.

Os apresentadores foram escolhidos por sorteio. Cada emissora afilada da Globo indicou três representantes para o Jornal Nacional. A decisão de sorteio foi feita por William Bonner.

*Colaborou Piero Vergílio

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio