Globo exibe primeiro episódio de Os Experientes em homenagem a Beatriz Segall

Publicado há 2 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em homenagem a Beatriz Segall, falecida ontem, a Globo reexibe o primeiro episódio da série ‘Os Experientes’, protagonizado pela atriz, nesta quinta-feira, dia 06, após o ‘Conversa com o Bial’.

Morte da atriz Beatriz Segall repercute na imprensa internacional

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em “ O Assalto” Beatriz interpreta Yolanda, uma médica de 85 anos que revive um trauma do passado.

Beatriz Segall: recorde personagens marcantes da atriz, falecida nesta quarta-feira aos 92 anos

Ao ser surpreendida por um anúncio de assalto no banco que estava, ela tem que operar um dos envolvidos no crime, de apenas 19 anos, e tenta convencê-lo a se entregar. Yolanda conta que ficou presa por oito anos, ao participar de um assalto anos atrás, e viu o marido ser morto na sua frente.

‘Os Experientes’ foi exibido originalmente em 2015 e fala sobre envelhecer e o que esta fase representa.

Nos anos 1980, quem diria, Beatriz Segall interpretou mulheres pobres

A carreira de Beatriz Segall no teatro lhe rendeu personagens dos mais variados tipos. Mas na televisão em geral interpretou sempre mulheres ricas, elegantes, finas e cultas. No entanto, três grandes exceções a essa regra se deram nos anos 1980.

Em 1981, ela viveu a costureira Iracema em Os Adolescentes, novela de Ivani Ribeiro na Bandeirantes. Sua personagem era mãe de Liminha (Hugo Della Santa), um dos jovens da história. Escrita a partir do terceiro mês por Jorge Andrade, a novela teve em Iracema um papel importante. Seu romance com Joaquim (Fábio Cardoso) foi tumultuado pelo antigo marido, Diogo (Jairo Arco e Flexa).

Já em 1983, foi Eunice, mãe de Eli (Lúcia Veríssimo) em Champagne, de Cassiano Gabus Mendes. O marido Camilo (Luís Carlos Arutin) trabalhava num supermercado e ela o ajudava como podia na composição do orçamento doméstico. Ao passo que a filha não se conformava com a pobreza e queria ascender. A atriz gostava da personagem, e agradece a Cassiano pela oportunidade de interpretá-la. Embora também tenha dito em depoimento ao Projeto Memória Globo que o público não gostou muito de vê-la num papel de pobre.

Já na Manchete, em 1987, foi a Alzira, mãe da personagem-título de Carmem, de Glória Perez, vivida por Lucélia Santos. Alzira trabalhava como doceira e vivera bons tempos na juventude, mas na maturidade era pobre.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio