Globo estuda lugar reservado para polícia interrogar Paula e Rodrigo sem tirá-los do BBB19

Publicado há 2 anos
Por Paulo Henrique Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Paula, do BBB19, está sendo investigada pela polícia por comentários sobre intolerância religiosa. O delegado Gilbert Stivanello, da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) do Rio, falou sobre a questão. Ao UOL, ele disse que solicitou à Globo entrada da polícia para interrogar a sister e Rodrigo.

Leia tambémElana chora sozinha ao observar retrato no quarto do líder

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Estamos apurando a forma como ela se referiu e se ela foi pejorativa ou desdenhosa ou até discriminatória em relação ao participante que é candomblecista.  Quero confrontar o que ela disse no programa com o que disser pessoalmente. Vou conversar também com o Rodrigo para saber se ele sentiu ofendido”, explicou o delegado.

Durante conversa com Diego, já eliminado, e Hariany, Paula disse ter medo de Rodrigo. Segundo ela, por ele ter contato com ‘esse negócio de Oxum’. Ela também afirmou que ‘nosso Deus é maior’. A fala não pegou nada bem fora do confinamento.

A Globo já foi notificada pela polícia e agora estuda um lugar reservado para a polícia interrogar os confinados. A intenção da emissora e da polícia não é eliminar nenhum dos dois participantes do reality show.

+ ACOMPANHE TUDO SOBRE O BIG BROTHER BRASIL 19

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio