Globo determina redução no número de capítulos das novelas

Emissora também determinou regra para as datas de estreia

Publicado há um mês
Por Daniel Neblina
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Já há algum tempo, estava em discussão a produção de novelas mais curtas. De acordo com informações do jornalista Fernando Oliveira, do UOL, a Globo bateu o martelo e definiu que os folhetins devem ter entre 155 e 161 capítulos. Mais que isso só será possível em casos excepcionais.

A decisão foi uma das últimas tomadas por Silvio de Abreu antes de deixar a direção de Dramaturgia da emissora. Ele estava no cargo desde 2014 e o anúncio de sua saída foi anunciado na semana passada, junto a substituição por José Luiz Villamarim.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além da redução no número de capítulos, foi determinada também uma medida em relação as estreias das novelas. Não é mais permitido que dois folhetins entre no ar em datas próximas uma da outra. Agora é preciso respeitar o prazo mínimo de três semanas após um lançamento para colocar no ar outro projeto. 

A decisão se da para fortalecer a divulgação das novelas, para que o público não tenha a atenção dividida. Em 2021, por exemplo, Salve-se Quem Puder voltará ao ar em janeiro, enquanto Amor de Mãe ganha sua fase final somente em março. Já Um Lugar ao Sol chega quatro semanas depois.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio