Globo define esquema para cobertura da Seleção Brasileira e terá revezamento de repórteres

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo colocará em prática nos próximos dois jogos da Seleção Brasileira, em outubro, o seu novo plano para seguir a cobertura dos jogos do Brasil. A emissora definiu que Eric Faria será o único repórter fixo do Brasil. A segunda vaga será sempre revezada entre vários repórteres do Esporte da emissora. Entre eles, estão Guilherme Pereira e André Hernan.

Segundo apurou o Observatório da Televisão, Hernan estreia na cobertura da Seleção Brasileira inclusive nos jogos contra Nigéria e Senegal, que acontecerão em outubro. Guilherme Pereira atuou cobrindo o dia a dia da Seleção na Copa América, de forma emergencial, e nos amistosos realizados pelo time de Tite neste mês de setembro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na prática, o revezamento que Pereira e Hernan farão parte “substitui” a vaga deixada por Mauro Naves, que foi demitido no mês de julho após se envolver na polêmica acusação de estupro do jogador Neymar. Naves era titular de cobertura da Seleção desde os anos 90.

A estreia de André Hernan na cobertura da Seleção Brasileira mostra a sua escalada profissional. Na Globo desde 2004, o repórter é conhecido por apurar informações de bastidores principalmente dos clubes de São Paulo, como Palmeiras e São Paulo. Ele também faz transmissões e já apresentou alguns programas no SporTV.

Procurada oficialmente pelo Observatório da Televisão para comentar sobre o seu novo esquema de cobertura da Seleção Brasileira daqui pra frente, a Globo confirmou a informação.

“Além do Eric Faria, haverá um rodízio de repórteres na cobertura da Seleção Brasileira já a partir dos próximos amistosos, do qual o Guilherme Pereira e o André Hernan fazem parte”, diz a nota.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais