Globo arma esquema para agilizar links ao vivo durante a Copa do Mundo; entenda

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Foi-se o tempo em que as emissoras de televisão precisavam de equipamentos grandiosos, complexos e muito pesados para realizar, com qualidade, uma transmissão ao vivo. Isso ocorreu muito desde os anos 70, quando o país passou a acompanhar em sinal direto, pela TV, a cobertura de eventos como a Copa do Mundo.

Dessa vez, porém, a Globo vai facilitar a vida de seus colaboradores e apostará em uma plataforma de captação e transmissão de conteúdo muito mais moderna, durante o Mundial de 2018. A emissora carioca espera, assim, ganhar agilidade na manipulação do conteúdo. Tudo graças ao avanço da tecnologia que, segundo o canal, permitirá que os jornalistas entrem ao vivo de qualquer parte da Rússia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Globo terá estúdio em Moscou e âncora não seguirão Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo

Ao invés da Unidades Móveis de Transmissão – aqueles caminhões com antenas, as equipes receberão um kit composto por laptop, câmera leve e equipamento de transmissão ao vivo, que utiliza a rede de telefonia celular 4G. Tudo isso, aliás, já começou em 21 de maio, quando a Seleção Brasileira se apresentou na Granja Comary, no Rio de Janeiro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio