Galvão Bueno homenageia Roberto Avallone no Bem, Amigos: “Sempre foi um grande crítico da mesmice”

Publicado há 2 anos
Por Fabio Augusto
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Galvão Bueno aproveitou a edição do Bem, Amigos! desta segunda (25) para homenagear o amigo Roberto Avallone, que faleceu na manhã da mesma data, em São Paulo, devido a problemas cardíacos.

O narrador começou destacando o encanto de Roberto Avallone com a televisão, logo no início de sua carreira. Além disso, relembrou que tinha um estilo único e fez história no comando das mesas redondas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Apesar de ser um homem feito em jornal, quando ele descobriu a televisão, ele se soltou. Se identificou demais com a televisão. Fez história com o Mesa Redonda. O Avallone das exclamações, interrogações, polêmicas. O Avallone sarcástico quando necessário”, declarou.

Leia também: Aos 96 anos, morre a atriz e cantora Bibi Ferreira

Do mesmo modo, Galvão Bueno disse o quanto Avallone lutava para ir além do convencional na profissão. Segundo ele, o apresentador era contra a mesmice e buscava sempre se reinventar, tanto que ficou conhecido pelos famosos jargões. “Ele era brilhante para falar, sabia ver futebol. Falava com imparcialidade, amava a arte do futebol brasileiro. Sempre foi um grande crítico da mesmice.

“E eu tive a felicidade de recebê-lo aqui no ‘Bem, Amigos!’. Uma grande perda! Vai fazer muita falta nessa época em que procuramos respostas (interrogação) para encontrar caminhos (exclamação)”, relembrou Galvão Bueno, que ainda foi aplaudido por todos os presentes no estúdio.

Leia também: Aos 58 anos, morre ator D’Artagnan Júnior no Rio de Janeiro

Ao final, o narrador citou o discurso de Lady Gaga no Oscar, dizendo que tem tudo a ver com o modo em que Avallone encarava os desafios na profissão.
“Eu trabalhei duro por muito tempo para chegar até aqui. Não é sobre ganhar, é sobre não desistir. Se você tem um sonho, lute por ele”, dizia parte do desabafo.

Roberto Avallone morre aos 72 anos

Na manhã desta segunda-feira (25), Roberto Avallone, um dos principais nomes do jornalismo esportivo do Brasil, faleceu aos 72 anos. O profissional teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

O profissional fez a cobertura esportiva de vários eventos importantes e trabalhou em veículos como o jornal Última Hora, Jornal da Tarde e nas rádios Eldorado, Jovem Pan, Rádio Globo, Rádio Bandeirantes e Rádio Capital.

Entre as emissoras, Roberto trabalhou na TV Gazeta, Rede TV!, Band e SporTV. Desde 2012, ele comandava um blog no portal UOL e sua última postagem aconteceu na madrugada de hoje, na qual ele falava sobre a partida entre Santos e Palmeiras no Campeonato Paulista.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio