Galvão Bueno exalta vitória de Italo e manda recado para Medina: “Não pare”

O narrador questionou a nota dada pelo juiz

Publicado em 27/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Galvão Bueno questionou nesta terça-feira (27), durante o jogo de futebol feminino do Brasil, a metodologia dos juízes de surfe durante a bateria entre Gabriel Medina e o japonês Kanoa Igarashi, na semifinal da Olimpíada de Tóquio.

O brasileiro perdeu para o japonês por 17,00 a 16,76, na praia de Tsurigasaki, palco da modalidade no evento. O narrador do grupo Globo também falou sobre a vitória de Italo Ferreira, que conquistou o primeiro ouro da história do surfe em Olimpíadas. As informações são do UOL.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Essa foi uma madrugada especialíssima, o Ítalo entrando para a galeria dos imortais Olímpicos, porque quem ganha uma medalha de ouro, é imortal, quem ganha uma medalha de ouro na estreia de um esporte então… E nós estivemos muito perto, muito próximos de repetir 96, em Atlanta, quando o vôlei feminino de praia foi criado, e a final foi brasileira“, iniciou.

E completou: “O Medina tá meio na bronca com a nota. Por que o aéreo dele valeu 8.7 e o do japonês valeu mais de 9 se o japonês ainda botou a mão na prancha? Mas tenho um recado para o Medina: Medina, não pare de sonhar nunca, voe Gabriel, Paris é logo ali“, avaliou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio