FX exibe telefilme que usa a ficção para se aprofundar nos dilemas de Bruna Surfistinha

Publicado há 4 anos
Por Leandro Lel Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O canal FX estreia amanhã, 17/03, às 22h15, Me Chama de Bruna – Verdades e Mentiras o mockumentary. Bruna Surfistinha, Raquel Pacheco e Maria Bopp se fundem e se diferenciam ao longo do especial produzido pela Fox.

A atração reúne atores, pessoas reais e especialistas que levam o público a conhecer mais sobre como e porquê Raquel virou Bruna. Além disso, mostra como foi o processo de preparação da atriz Maria Bopp para viver Bruna Surfistinha.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante o mockumentary o público verá cenas inéditas, entrevistas, bastidores da série e depoimentos desconcertantes sobre o mundo da prostituição, as motivações de Raquel Pacheco, sua exposição na mídia, as reações da família e os desafios de Maria Bopp para interpretar Bruna.

Atriz Maria Bopp interpretou Bruna na série exibida pela Fox (Divulgação)

O telefilme usa da ficção para se aprofundar nos dilemas que levaram Raquel Pacheco, ainda aos 17 anos de idade, a optar pela prostituição, opção que no futuro a transformaria na garota de programa mais famosa do Brasil, com livros publicados em vários países e um filme inspirado em seu best seller – “O Doce Veneno do Escorpião” – que se tornou sucesso de bilheteria no país.

Raquel viveu períodos de extrema exposição na mídia, especialmente em programas de TV que vão desde talk shows até programas vespertinos de fofocas e celebridades. Como ex-garota de programa e agora escritora, Raquel teve que se reinventar ao mesmo tempo em que assumia um casamento tradicional com um ex-cliente, também presente no telefilme.

Os bastidores do trabalho da atriz Maria Bopp são revelados neste especial. Escalada para o papel, ainda como atriz iniciante, e já com a desafiadora missão de viver Bruna Surfistinha. Os sentimentos, dúvidas, angústias e a busca de Maria Bopp para encontrar sua própria forma de viver Bruna Surfistinha fazem parte do material e dão a dimensão e a profundidade desta personagem que marcou o início dos anos 2000 no Brasil e trouxe para o grande público a discussão sobre a liberdade e a autodeterminação das mulheres.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais