Furioso, Sikêra Jr debocha de marcas que deixaram seu programa após polêmica

"Esse programa é muito bem visto e por todas as classes e gêneros"

Publicado em 30/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na última terça-feira (29), o apresentar Sikêra Jr. resolveu falar sobre a grande polêmica que acabou criando nos últimos dias, afinal, foi acusado de homofobia ao detonar um comercial pró-LGBT de uma rede de fast food.

Toda essa situação fez com que o apresentador acabasse perdendo alguns patrocinadores de seu programa. Entre as várias ofensas, o apresentador do Alerta Nacional, da RedeTV, chamou a comunidade LGBTQIA+ de “raça desgraçada” e por conta disso foi detonado nas redes sociais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tudo que falo nesse programa é de minha responsabilidade. Mantenho a minha palavra. Quem trabalha comigo sabe do respeito que tenho por todos, independente da religião, cor da pele, sexo“, começou dizendo Sikêra. “Faço questão de trabalhar com gente livre para demonstrar o que pensa. Mas não posso me calar para vender uma ideologia. Criança precisa estudar, brincar e principalmente ser criança“, afirmou.

Dito isso, eu preciso reconhecer que me excedi. No calor do comentário, posso ter usado palavras que me arrependo, sou humano. Errei, erro e vou errar. tenho a responsabilidade de pedir desculpas publicamente. Vou seguir defendendo a família tradicional, mas sem desrespeitar“, continuou ele.

Porém, ele também não deixou de criticar as marcas que acabaram deixando o patrocínio do programa após a polêmica, como uma rede de clínicas odontológicas que bancava R$ 60 mil. “Obrigado pelas marcas que continuam. Venho recebendo telefonemas de clientes que já queriam entrar. Temos uma fila de espera, todo mundo sabe disso. A gente é chamado de ‘Alerta Comercial’, sim, nós vendemos muito bem. Esse programa é muito bem visto e por todas as classes e gêneros. As marcas que continuam anunciando aqui apoiam minha forma de pensar, de opinar, muito obrigado pela confiança”, sentenciou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio