“Fui um dos últimos a chegar lá”, afirma Roberto Cabrini sobre reportagem no local do acidente com a Chapecoense

Publicado há 4 anos
Por Neuber Fischer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O jornalista e apresentador Roberto Cabrini, do Conexão Repórter, do SBT, postou nesta quarta-feira (30) em suas redes sociais fotos do local do acidente aéreo, que envolveu a delegação da Chapecoense, na madrugada da última terça-feira (29), gerando grande repercussão na internet.

Nas fotos, o jornalista está em meio aos destroços da aeronave durante a gravação de uma reportagem especial que será exibida no próximo domingo (04/12), no SBT.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quinta-feira (01/12), a apresentadora Cristina Padiglione, do canal Talk TV – plataforma especializada no mercado do entretenimento que produz e exibe conteúdos exclusivos em vídeo para a internet – falou com exclusividade com Roberto Cabrini sobre o assunto.

“Fui um dos últimos a chegar lá antes da população entrar e pegar tudo o que tinha. É um acesso muito difícil, um terreno muito íngreme. A parte mais difícil é uma ladeira que temos que descer até chegar ao local. Vi muita coisa, mas nesse momento nem tem coisas lá, pois os camponeses pegam para guardar de lembrança”, afirma Cabrini.

Para Cristina, não houve sensacionalismo, uma vez que não há imagens de corpos e apenas destroços da aeronave e pertences da tripulação.

O avião decolou da cidade de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia com destino a Medellín e caiu a poucos quilômetros da cidade colombiana. Segunda as investigações, a causa do acidente foi falta de combustível. No voo estavam os jogadores do time, jornalistas e convidados. O acidente deixou 71 mortos e seis sobreviventes, entre eles, três jogadores da Chapecoense, um jornalista, uma comissária de bordo e um técnico da aeronave.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio