Fortaleza instala comissão jurídica para reavaliar contrato com Turner pelo Campeonato Brasileiro

Publicado há 10 meses
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Clube da Série A que teve campanha destaca em 2019, o Fortaleza ainda busca métodos de ganhar mais verba de televisão da Turner pelas transmissões de seus jogos na TV paga. O clube instaurou uma comissão jurídica interna para rever o contrato com a programadora, após relatos de insatisfação com o valor pago pela empresa. Atualmente, o Fortaleza ganha R$ 9 milhões, número bem abaixo ao pago pela Turner para outros clubes, como Palmeiras e Athletico Paranaense.

Segundo o próprio clube, o contrato com a Turner foi firmado em 2016 e tem validade entre 2019 e 2024. A multa rescisória deste contrato é de R$ 60 milhões, alta para os padrões do clube nordestino. No ano passado, a Turner pagou a cota que deveria dar para o Fortaleza em três parcelas – abril, maio e junho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, reclamou publicamente sobre a cota. Só para se ter um exemplo, o Palmeiras recebeu R$ 23 milhões parceladamente da Turner. O valor é quase três vezes maior do que aquele que o clube cearense recebe. A intenção do Fortaleza com a comissão é tentar encontrar meios para melhorar ou contrato ou tentar rescindir o vínculo.

De sua posição, a Turner alega que o contrato é totalmente cumprido pela sua parte e espera que ele seja também continuado pelo seu parceiro. A programadora também está tranquila, pois o contrato é bem amarrado e a multa é bastante alta para um time que teve projeção de R$ 56 milhões de verba total em 2019.

Para 2020, o Fortaleza espera ganhar totalmente R$ 107 milhões, seu recorde de valores na história. O clube espera que, com a comissão, consiga aumentar a projeção ainda para este ano que se iniciou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais