Fora do roteiro, Madruga, do Altas Horas, é chamado ao palco e faz discurso para os jovens

Publicado em 25/03/2018

Figura já conhecida do programa Altas Horas, da Globo, o profissional Waldir de Melo Cruz, o Madruga, que trabalha na produção do programa, se tornou o centro das atenções, quando o ator Romulo Estrela decidiu chamá-lo.

“Eu queria te pedir uma coisa. Eu queria dar um abraço em uma pessoa”, disse Estrela ao apresentador Serginho Groisman. E continuou: “No Madruga, cara! Sabe por quê, cara? Porque esse cara representa todos os profissionais que trabalham por trás das câmeras”, se explicou.

Veja também: Cena de Laura e Rafael, de O Outro Lado do Paraíso, repercute nas mídias sociais

Neste momento, o Madruga, que é fisicamente parecido ao personagem do seriado Chaves, se aproximou e foi abraçado pelo galã da novela Deus Salve o Rei. O fato deixou plateia eufórica: “Ele merece! Ele merece!”.

Na sequência, Groisman pediu para ele fazer um discurso no palco do Altas Horas. Com clareza, Madruga disse: “Olha, gente, depois de tantas emoções, né? Eu só gostaria de lembrar a vocês e a todos vocês que estão nos seus lares, assistindo o Altas Horas, agora…Na minha opinião, em casa tem muitos jovens e tenho vocês como meus filhos. Eu acho que esse é um ano de muita importância, de muito pensamento e muita reflexão. Eu tenho analisado a situação que vivemos no nosso país… Em volta deste planeta Terra, as coisas não andam bem. Mas, nesse país nosso, vocês podem contribuir para a uma mudança”.

E continuou a falar: “Quando eu tinha a idade de vocês, muito menos, eu recebi um conselho, ‘faça algo para mudar’. Vivia numa época muito difícil, em que você não tinha o direito de ir nem vir. Participei e não me arrependo do que fiz para que vocês tenham a liberdade que vocês têm hoje. Agora, é preciso que os filhos dos seus filhos também possam usufruir de dias melhores. Então, é importante que no dia em que vocês forem às urnas, façam uma reflexão. Sempre tento escolher aquele que possa representar pelas leis deste mundo terreno o que é melhor. Já acertei e já errei, não vou parar de tentar. E espero que, junto com vocês, nós possamos ter um Brasil melhor”. Ao fim, Madruga foi aplaudido pela plateia de jovens.

Assista ao trecho.