Fora da TV, Boris Casoy faz discurso pró-Bolsonaro, contra impeachment

Ele diz que não há elementos para pedir a remoção do mandatário do Planalto

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na manhã desta quarta-feira (20), o apresentador Boris Casoy, conhecido por passagens pela SBT, Record, Band e, mais recentemente, pela RedeTV!, condenou os mais de 60 pedidos de impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro. Para ele, não há motivos para considerar remover o mandatário do Planalto.

Casoy explicou que para se cogitar um impeachment seria necessário, por exemplo, que existisse um clamor popular, o que em sua visão não há, mesmo com a crise sanitária por causa do Covid-19 estar muito grave em Manaus.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Precisa haver uma razão de caráter constitucional e jurídico. O governo pode péssimo, pode ser horroroso, mas isso, aparentemente, não existe. Existe uma procura para achar uma razão. Na Dilma, a razão estava na questão das pedaladas. No Collor, na acusação de corrupção”, avaliou.

Em seguida, ele analisou a situação do governo. “Você acha que o presidente te olhou torto, já vai lá e assina o pedido de impeachment”, avaliou o jornalista. Ele ainda reconheceu que, neste momento, o governo está fraco e acuado, porque o governador Dória conseguiu um tento sobre o presidente, no caso, a vacina contra Covid-19.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio