“Foi um ato covarde meu”, diz Dado Dolabella sobre agressão a Luana Piovani no Domingo Espetacular

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Libertado da prisão há pouco mais de um mês, após ficar detido por dois meses por não pagar pensão alimentícia a um de seus filhos, Dado Dolabella fala com exclusividade ao Domingo Espetacular desta semana, 27/05. O ator comenta seu passado polêmico, marcado por agressões e relembra o período em que passou na cadeia.

Hoje vegetariano, o ator jura que está transformado e admite ter errado. Sobre a agressão a Luana Piovani, ele confessa: “Foi um erro na minha vida, uma coisa que eu não queria ter passado. E é horrível, é humilhante, foi um ato covarde meu. Foi uma reação covarde a um momento que a gente tava vivendo ali na relação que eu não quero falar. Nunca falei, nem quero falar”. Ele completa: “Naquele momento eu fui reativo, eu fui inconsequente, não pensei. Inclusive me ajudou a amadurecer, me ajudou a pensar em tudo isso”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Televisa negocia retorno de Angelique Boyer às novelas após Três Vezes Ana

A mudança de comportamento, segundo ele, veio com uma mudança na alimentação. Dado deixou de comer carne e seguiu essa dieta mesmo na prisão, onde também praticava ioga. Ele explica o efeito negativo dos antigos hábitos: “Enquanto os herbívoros vivem em bandos gigantescos, são felizes, são de paz, não brigam entre si. Pra mim, o rei da selva é o elefante. O rei não come o próprio filho”. E encerra: “Eu era uma pessoa mais inconsequente pela idade, por ser mais novo. A gente vai amadurecendo, pensa mais nas consequências”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio