Final de Império reserva a morte para a vilã Cora

Até o último momento, o Comendador atravessa o caminho da irmã de Eliane

Publicado em 08/09/2021 16:45
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos capítulos finais de Império, novela de Aguinaldo Silva que a TV Globo exibe em “edição especial” na faixa das 21h até a estreia de Um Lugar ao Sol, a vilã Cora (Marjorie Estiano) será baleada para salvar a vida de José Alfredo (Alexandre Nero).

A megera se jogará na frente de seu amado, que é alvo de Maurílio (Carmo Dalla Vecchia), devidamente mascarado, durante o desfile da União de Santa Teresa, na Sapucaí.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após ser atingida por tiros, Cora implorará por um beijo do Comendador e será prontamente atendida em pleno carro alegórico, sob os olhares do público do Sambódromo. À beira da morte, a vilã será levada para o hospital.

Cora passará por uma cirurgia muito delicada, e não resistirá. Antes de morrer, ela – delirando – imaginará uma noite de amor com o dono da Império, o que espera desde a juventude, quando ele escolheu a irmã dela, Elaine (Vanessa Giácomo/Malu Galli).

“Você foi meu, Zé, e foi melhor do que eu pensava. Você me fez mulher! Quando eu sair daqui…”, dirá ela, acreditando que o Comendador entrou em seu quarto, na UTI.

Mesmo com a exibição das cenas de amor de Cora com José Alfredo, tudo não passa de um devaneio, mais um, da tia megera de Cristina (Leandra Leal) e Elivaldo (Rafael Losso). Ela morre virgem, sem realizar o sonho de “tornar-se mulher” por obra do Homem de Preto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio