Filhas de Gugu são impedidas de comprar carro de luxo e detonam a tia: “Tá mentindo pra gente”

Sofia e Marina Liberato pedem transparência no processo e aumento da pensão

Publicado em 25/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um novo capítulo na polêmica herança de Gugu Liberato foi exposto nesta quarta (25). Sofia e Marina Liberato, filhas do apresentador, fizeram um vídeo detonando a tia, Aparecida Liberato.

O depoimento de dezoito minutos foi divulgado pelo colunista Leo Dias e mostra a indignação das garotas, que foram impedidas de comprar um carro de luxo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo Sofia, a tia está escondendo dinheiro e não deu permissão para que ela adquirisse um Porsche, carro de luxo avaliado entre 500 e 800 mil reais.

“Eu pedi para minha tia a Porsche que eu sempre sonhei em ter. Ela falou com a promotora. A promotora falou que eu não podia ter esse carro porque era muito de luxo para uma ‘criança’ de 17 anos. E eu não poderia ter também porque é muito caro. Eu achei muito estranho, mas tá bom, acabei comprando um carro com metade do preço desse que eu queria. Eu realmente não fiquei feliz”, relatou.

Marina, por sua vez, acusou a tia de mentir para ela e a irmã. “Há vários fatos que provam que a minha tia tá mentindo pra gente”, afirmou, dizendo que elas pediram documentos para os advogados, mas não receberam nada. “Quando a gente quer saber sobre o processo, eles sempre dão uma desculpa. Dizem que o corona tá atrasando tudo…”, revelou.

Sofia e Marina Liberato (Reprodução)

Além disso, elas falaram sobre a pensão que recebem. “Minha tia tentou manipular a gente e está manipulando o nosso irmão”, destacou a moça. Marina disse que o irmão delas, João Augusto, recebe mais dinheiro que elas, que ganhavam “somente” 500 dólares mensais. Já a avó tem uma pensão de mais de 160 mil dólares, algo que consideram injusto.

“Pedi um aumento pra minha tia. Com 500 dólares não dava pra comprar comida, sair pra comer, comprar uma roupinha, alguma coisinha nossa. Não dava até o fim do mês…”, relataram. “A minha tia queria que a gente só ganhasse 150 dólares. Dá pra ir pra praia, voltar, pagar a gasolina e passar fome na estrada…”.

As meninas contaram que solicitaram um aumento e gostariam de receber 2 mil dólares por mês. Segundo elas, não é “nem perto do que a tia ganha”. Aparecida recusou o pedido, mas elas acabaram ganhando um aumento de 500 dólares, totalizando 1 mil dólares mensais.

Segundo o advogado Nelson Wilians, representante das gêmeas no processo judicial, o vídeo foi vazado indevidamente à imprensa e elas não vão comentar o caso.

“Elas não deram entrevista para nenhum veículo de comunicação e nem darão. A gravação foi feita diretamente para a Justiça e faz parte do processo de Inventário que tramita em segredo de justiça. Portanto, o vídeo foi indevidamente vazado à imprensa e os fatos serão apurados na esfera cabível”, disse ao UOL.

O fato repercutiu nas redes sociais e muitas pessoas ironizaram a reclamação das filhas de Gugu. “Gente, olha o sofrimento que as filhas do Gugu tão passando”, postou um internauta ironicamente. “Estou com muita pena dessa situação que as filhas do Gugu estão passando. Alguém sabe o pix delas pra eu mandar uma ajuda?”, publicou outro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio