Filhas de Dom Pedro II maltratam Luísa no capítulo de quinta-feira de Nos Tempos do Imperador

No mesmo dia, Lota e Batista vão obrigar o filho a se casar por interesse

Publicado em 1/9/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os próximos capítulos de Nos Tempos do Imperador serão movimentados em diversos núcleos da novela. Teresa (Leticia Sabatella) e Pedro (Selton Mello) partirão em viagem longa pelo Norte do Brasil sem as filhas e sem Luísa, a Condessa de Barral (Mariana Ximenes). A Imperatriz tanto fez que conseguiu deixar a amante do marido de fora.

A esposa do monarca armou contra a rival com a ajuda de Celestina (Bel Kutner). Depois do plano funcionar, a Condessa revelará às alunas, Isabel (Any Maia) e Leopoldina (Melissa Nóbrega) que elas não vão mais viajar. As duas ficarão furiosas e descontarão toda a raiva na professora. “Você é uma bruxa!”, exclamará Leopoldina.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além disso, as princesas vão ficar até a partida do pai rabugentas e Leopoldina assumirá para a mãe que Luísa está ‘entalada’ em sua garganta. “Ela que me aguarde”, dirá a menina para Teresa ao lado da irmã, Isabel, que costuma ser mais contida, mas que também está chateada. Isso acontecerá nesta quinta-feira (02).

Tonico

Tonico (Alexandre Nero) será outro que irá armar para Pedro. Sabendo que Eudoro (José Dumont) hospedaria o Imperador e Teresa no Recôncavo, o político encheu a casa do ex-futuro-sogro de pulgas e carrapatos a fim de infernizar a vida do inimigo. Sendo assim, o monarca acabará hospedado na fazenda de Tonico, que não será reconhecido como deputado por ele.

A confusão prossegue no interior de São Paulo, quando Lota (Paula Cohen) e Batista Pindaíba (Ernani Moraes) decidem casar o filho, Nelio (João Pedro Zappa), a contragosto para regularizar as terras da família. O rapaz ficará em choque e até tentará fugir da fazenda.

Nos Tempos do Imperador’ é criada e escrita por Alessandro Marson e Thereza Falcão, com Julio Fischer, Duba Elia, Wendell Bendelack e Lalo Homrich e tem direção artística de Vinícius Coimbra, direção geral de João Paulo Jabur e direção de Guto Arruda Botelho, Alexandre Macedo, Pablo Müller, Joana Antonaccio e Caio Campos. A direção de gênero é de José Luiz Villamarim.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio