Fernando Pavão fala sobre interpretar um faraó em Gênesis: “Ele é um homem passional”

Ator cita características do líder máximo do Egito

Publicado em 20/09/2021 12:11
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fernando Pavão vive atualmente o faraó Sheshi na novela Gênesis. É um dos personagens principais da última fase da trama, que narra a história de José (Juliano Laham), vendido como escravo no Egito, e que em breve terá forte relação com o homem poderoso interpretado por Pavão.

Em entrevista ao ao site da Record TV, o ator ressaltou características curiosas de Sheshi, o primeiro faraó que não era egípcio de fato. “Sheshi tem uma característica muito forte, que é essa ligação com o povo. Ele tem um estranhamento e uma fase de adaptação quando vai para o palácio, quando toma o poder, derrota o Apepe, que é o antigo faraó. Ele não foi uma pessoa que teve uma preparação. Portanto, ele não se enquadra muito naqueles costumes e tem algumas atitudes que fogem da tradição”, conta Pavão.

Outra particularidade desse líder do Egito é o seu populismo. “Isso era uma coisa impensada na época. Porque o faraó era considerado o Hórus vivo, o deus na terra, [naquela cultura] então uma pessoa comum jamais poderia olhar para o faraó”, explicou, deixando claro que Sheshi era diferente dos demais por ser mais humano, justo e que demonstrava suas fraquezas por amor.

Sobre o amor que o faraó nutre por Kamesha (Kizi Vaz), o artista frisa que é algo do passado. “Ele é um homem passional, eu diria. Kamesha e Sheshi se conhecem desde pequenos, então, ele traz esse sentimento muito especial por ela”, disse Pavão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio