Felipe Andreoli reage durante aula de japonês na Globo: “Parar com essas coisas machistas”

O apresentador interagiu com um professor durante um dos intervalos

Publicado em 24/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste sábado (24), durante um dos intervalos da TV Globo das competições da Olimpíada de Tóquio, Felipe Andreoli interagiu no estúdio da emissora com Noburo Fujita, professor de japonês. Durante a conversa, a reverência foi um dos assuntos.

“Eu li uma coisa muito interessante: essa reverência que a gente faz, do cumprimento, quanto mais importante a pessoa, ou mais velha, você vai mais para baixo. É isso?”, indagou o jornalista. “Respeito, né. É isso. Aí, homem, 45°, mais ou menos [a reverência], as mulheres é mais profundo, delicadamente”, respondeu Fujita.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“A dos homens é menos? É isso?”, insistiu Andreoli. “Isso. E só uma vez. Porque brasileiro fica fazendo toda hora. Está errado. É uma vez só”, detalhou o professor. “É só uma vez. O cara faz o tempo inteiro, está errado”, criticou Felipe.

“Então aqui no programa, é só no ‘oi’ e no ‘tchau’. Não adianta ficar fazendo o tempo inteiro. Uma vez só. Mas essa história de a mulher fazer diferente do homem tem que mudar no Japão. Parar com essas coisas machistas”, seguiu o apresentador.

“Não. Mulheres vão mostrar mais delicadeza”, explicou Noburo. “Entendi. Tem que mudar essa história. A gente já viu que o Japão começou a mudar bem essas coisas, colocando a Naomi Osaka para acender a pira olímpica, uma atleta muito representativa”, concluiu Felipe.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio