Faustão revela como resolveu antigo impasse entre Roberto Marinho e Agnaldo Timóteo

O apresentador diz ter sido responsável pelo retorno do cantor à Globo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste domingo (11) Fausto Silva revelou um ato de generosidade ao contar que intercedeu junto a Roberto Marinho (1904-2003) em favor de Agnaldo Timóteo (1936-2021).

Para quem se acostumou a ver o Agnaldo às vezes rude, às vezes até violento, polêmico… Eu convivi com o Agnaldo por mais de 40 anos. Fui responsável até pela volta dele a cantar aqui na TV Globo. Consegui o perdão diretamente com o doutor Roberto Marinho. E superando divergências políticas, e outras coisas”, disse Faustão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O apresentador não entrou em detalhes para explicar a causa do desentendimento entre os dois, que ocorreu nos anos 1980. Na época, Timóteo foi eleito deputado federal pelo PDT, de Leonel Brizola, com mais de 500 mil votos em novembro de 1982. As informações são do colunista do UOL, Mauricio Stycer.

Dois anos mais tarde, votou a favor da emenda  Dante de Oliveira, que garantia a eleição direta para presidente da República. No entanto, a proposição foi derrotada e Timóteo votou em  Paulo Maluf, candidato do PDS, no Colégio Eleitoral, na contramão da orientação do partido, que optou por Tancredo Neves.

Expulso do PDT, Agnaldo se filiou ao PDS. Durante uma reunião do partido, em 1986, o cantor fez diversas acusações a Roberto Marinho. “Mais da metade do equipamento dele foi contrabandeado, segundo as más línguas, o que uma CPI poderia comprovar em cinco minutos“, criticou.

Em 2011, o cantor revelou, em entrevista ao iG, que pediu desculpa ao comunicador, mas não falou sobre Faustão. “Briguei muito, quase arruinei a minha vida, não só a minha carreira. Agredi o doutor Roberto Marinho, e quando vi que estava errado tive que pedir perdão a ele“, contou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio