Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Há 24 anos

Fátima Bernardes relembra reportagem de lançamento da GloboNews pelo Jornal Nacional

Apresentadora entrevistou Aline Midlej, a nova apresentadora do Jornal das Dez

Publicado em 05/07/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Fátima Bernardes entrevistou Aline Midlej na edição desta segunda-feira (5) do Encontro. A jornalista do GloboNews assumirá, a partir de hoje, o Jornal das Dez. E no bate papo, a apresentadora relembrou a reportagem que fez para o Jornal Nacional sobre a estreia do canal de notícias.

Eu me lembro que eu fiz o lançamento da GloboNews para o Jornal Nacional. É muito engraçado a gente rever. Tem a Renata Vasconcellos e a galera que ia botar o GloboNews no ar. Você era adolescente nessa época?“, questionou Fátima a sua entrevistada. “Nem tanto“, respondeu Midlej.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O GloboNews estreou às 21 horas do dia 15 de outubro de 1996, com diretora-geral de Letícia Muhana e o telejornal Em Cima da Hora, apresentado por Eduardo Grillo e Renata Vasconcellos.

Agora, 24 anos depois, direto do Rio de Janeiro o tradicional Jornal das Dez ganha um novo cenário, mais moderno e tecnológico, com um novo telão, que se formará de forma inédita – tecnologia a serviço da informação. O público também poderá conferir totens que ampliam a comunicação, mostrando as principais imagens do dia.

A dinâmica do novo ambiente foi pensada para informar e garantir agilidade, sem deixar de lado a beleza. Já o time de comentaristas, formado por Demétrio Magnoli, Guga Chacra, Carlos Alberto Sardenberg, Flávia Oliveira, Gerson Camarotti, Merval Pereira, Ana Flor e Mônica Waldvogel ganha o reforço de Giuliana Morrone.

Em entrevista divulgada pela Globo, Aline Midlej adiantou quais novidades o telespectador pode esperar com a sua chegada no jornal. “Quero manter uma rotina de gravações externas, reportagens que tragam perspectivas diferentes e mais próximas dos assinantes.

Para a semana de estreia, passei uma manhã na Fiocruz com um dos maiores cientistas do país e um dos grandes nomes mundiais da vacina.  A missão é falar sobre o patrimônio humano por trás de cada agulha que tem levado esperança para os braços dos brasileiros neste momento da pandemia“, adiantou.

Em recente conversa com o colunista do Observatório da TVChristiano Blota, a jornalista relembrou o início de sua carreira. “Fui aprovada num programa de estágio concorrido da TV Globo, em 2005, e nunca mais sai do meio. Nunca tinha projetado a carreira como ela acabou se dando, mas olhando hoje, faz todo o sentido“, ponderou.

E completou: “A câmera é como uma velha e querida amiga, que parece de outras vidas. Depois de 11 anos, voltei à Globo como âncora do Edição das 10h, na GloboNews. Nesse período passei pelas principais redações de TV, viajei muito. Ampliei perspectivas”, disse. Para ler a entrevista completa, clique aqui.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....