Fantástico estreia série Prisão Química – Casagrande e a Luta Contra a Cocaína neste domingo

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A curiosidade e a falta de conhecimento sobre os riscos levaram Walter Casagrande a experimentar drogas aos 18 anos. Ídolo do futebol, durante anos ele travou uma dura luta contra o vício. Para evitar que outras pessoas sigam o mesmo caminho, faz um alerta. Ao lado do médico Drauzio Varella, o comentarista mostra o caminho que percorreu nos três episódios da série “Prisão Química – Casagrande e a Luta Contra a Cocaína”, que estreia no ‘Fantástico’ deste domingo, dia 20.

“Meu objetivo é esclarecer o que é dependência química. A curiosidade ferve dentro do adolescente e é nesse momento que a droga pode entrar forte. Se ele não sabe o risco que corre, tem mais chance de aceitar um convite e embarcar nessa. Mas se ele tiver conhecimento, pensará duas vezes”. No primeiro episódio, Drauzio explica como as drogas atuam no corpo humano, aumentando as sensações de felicidade e prazer.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também:  Orgulho e Paixão: Estilingue descobre que é neto do Barão

O médico ouve histórias de outros dependentes químicos, que enfrentam atualmente uma situação parecida com a vivida por Casagrande, e mostra como é difícil alguém reconhecer que precisa de ajuda. “Nem quando eu perdi o controle eu achei que tivesse perdido o controle”, admite o ex-jogador, que enfrentou quatro overdoses e sofreu um grave acidente de carro.

A pouco menos de um mês para o início da Copa do Mundo da Rússia, o repórter Guilherme Roseguini desafia o técnico Tite a resumir, com apenas uma característica, o motivo da convocação de cada um dos jogadores da seleção. O resultado está na série “Por que eles?”, que estreia neste domingo e vai ao ar em três episódios. No primeiro, ele fala sobre goleiros, laterais e atacantes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio