Fábio Assunção fala sobre dependência química e memes: “não acho que é um assunto que seja motivo de brincadeira”

Publicado há um ano
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fábio Assunção ainda não tem data para voltar à TV, mas está trabalhando pesado na série Onde Está Meu Coração. Na trama escrita por George Moura, ele será par romântico de Mariana Lima, com quem também fez par em Rei do Gado (1996). Sem data para estrear, ele falou sobre o assunto principal da produção: família.

“Estamos
eu, Mariana Lima, Letícia Colin, Daniel de Oliveira, e um elenco maravilhoso.
Estamos filmando há uns 4 meses, e é uma série muito adulta, que discute a
família, e os problemas que envolvem a família de forma muito adulta. Estou
finalizando este trabalho”
, disse ele em entrevista ao programa TV Fama.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Questionado sobre os memes em
torno de sua figura, ele revelou que se sentiu chateado inicialmente sobretudo
em relação a uma música criada com seu nome pela banda baiana La Furia. “Eu entrei em contato com eles, a gente
conversou, passei para eles o que eu acho, a minha opinião sobre dependência
química, e não acho que é um assunto que seja motivo de brincadeira, e muita
gente passa por um motivo de compulsão, e acho importante abordar esse tema de
uma forma séria”
, iniciou.

“Não sou contra a música, contra a arte, contra o carnaval apesar de ser mais caseiro, mais recluso. Mas o que a gente conversou foi maravilhoso porque eles toparam que a gente fizesse uma ação conjunta de pegar toda a renda obtida com essa música, e reverter para duas ONGs respeitáveis”, explicou o ator.

Memes

Ele ainda falou sobre a dependência
química, e sobre a coragem que tem em abordar o assunto que ainda é espinhoso. “É um assunto que é muito cercado de tabus,
tem aspectos morais envolvidos, questões de saúde, de segurança pública,
religiosas, é um assunto complexo. […] Acho que reverteu essa questão dos
memes, foi uma fase dessas brincadeiras. Tinham algumas que eu achava
engraçado, outras eu ficava ofendido, mas nossa vida é pública e que bom que me
apresento como uma pessoa de verdade. Não estou aqui para dizer que sou uma
pessoa que não sou. […] O ser humano é vulnerável e tem que ter coragem para
ser vulnerável, para assumir sua vulnerabilidade”
, finalizou ele ao dizer
que não recebeu mais memes com sua imagem.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais