Fabiana pede 100 milhões de dólares para não processar Clara em O Outro Lado do Paraíso

Publicado há 3 anos
Por Nucia Ferreira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois de casar com Fabiana (Fernanda Rodrigues), Renato (Rafael Cardoso) vai voltar a Palmas e colocar seu plano de acabar com de Clara (Bianca Bin) em ação em O Outro Lado do Paraíso. O casal se instala na casa que ficou de herança para Laura (Bella Piero), já que a jovem prefere continuar no flat com Rafael (Igor Angelkort). No mesmo dia, os dois vão bater na porta da mocinha.

Janete (Daniela Fontan) abre atende a porta e solta um grito: “Ai meu Deus”. Patrick (Thiago Fragoso) fica assustado e vai com Clara ver o que aconteceu. Eles dão de cara com Fabiana e Renato e ficam surpresos. “Como vai Clara?”, diz o médico cheio de cinismo. “Clara. Patrick, como vai, primo? Quanto a você Clara, não preciso perguntar. Vejo que está muito bem instalada. Que luxo. Tudo isso aqui é meu. Vim buscar o que me pertence”, afirma a dondoca.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Clara se impõe. “Que conversa é essa? Tudo que está aqui é meu”, diz. “Não me venha com essa. Descobri tudo que fez, Clara. Você roubou as telas que herdei de minha avó. Provavelmente ajudada pelo Patrick”, acusa. “Eu não roubei. Elas me pertenciam. Sua avó me doou cada uma delas”, afirma. “Eu ajudei a vender no exterior”, completa Patrick. “Belo primo você é”, ironiza Fabiana.

Clara se diz surpresa de ver o médico e a dondoca juntos. “Nós nos conhecemos recentemente. E casamos”, avisa. “Não conseguiu casar comigo, arrumou outra para dar o golpe?”, ironiza a mocinha. “Como descobriu a Fabiana?…Ah, nem precisa responder. Clara, eu disse que era arriscado contratar a Janete”, conclui o advogado. “Eu não falei por mal. Ele era tão próximo da Clara. Achei que tudo bem responder o que ele perguntava”, se defende a empregada.

O Outro Lado do Paraíso: Adriana diz para Beth que ela é culpada pelo seu acidente

Renato vai dizer que sempre teve curiosidade em saber como a mocinha ficou rica. “Quando ela casou com o Gael, não tinha onde cair morta. Foi parar num hospício… Quando reapareceu, tava rica. Milionária. Primeiro imaginei que esse babaca aí dava a grana”, diz, se referindo a Patrick. “Babaca não”, grita o advogado. “Eu nunca recebi dinheiro do Patrick”, afirma Clara.

Depois de mais algumas trocas de acusação, Fabiana vai se irritar. “Vamos deixar de conversa. Estou falida. De uma hora para outra, fiquei sem grana. Desesperada, eu e meu contador verificamos cada recibo de meu avô e minha avó…foi deles que herdei a fortuna, pois meus pais morreram cedo. E descobri a existência das telas… as telas pertenciam a minha família. Eu não sabia da existência delas, devem ter sido guardadas quando eu era menina. Procurei pela casa toda, seriam minha salvação. O que encontrei? Diga, Clara, o que encontrei? Um alçapão. No meu closet. Com a abertura arranhada. Então lembrei…do dia que a Clara foi embora com a mala. A mala que eu tinha mandado jogar fora. Idiota que eu fui. Você aproveitou a mala”, lembra a dondoca.

Depois de revelar como descobriu que as telas haviam sido leiloadas, Fabiana vai fazer uma proposta para Clara. Eu descobri no mercado internacional por quanto vendeu. 125 milhões de dólares. Mas podemos entrar em acordo. Você me devolve 100 milhões”, propõe. “É uma boa proposta, Clara. Fazemos um acordo extrajudicial. E ainda sobra um bom dinheiro pra você”, recomenda Renato. “Ela não aceita”, responde Patrick, que pretende defender a amada nos tribunais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio