Executivo revela como Paulo Gustavo transformou o Multishow: “Enorme impacto”

Ator e humorista morreu aos 42 anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Guilherme Zattar conheceu Paulo Gustavo em 2010, quando assistiu ao espetáculo Hiperativo, acompanhado da esposa. Na época, ele comandava o canal Multishow há cerca de um ano. Alguns dias depois, aconteceu o primeiro encontro profissional entre os dois.

Ele tinha pronto o projeto do 220 Volts. Nascia ali uma relação de trabalho que iria ter um enorme impacto na carreira de ambos – e do canal. Ele tinha o poder de fazer o povo rir“, contou o executivo, em entrevista ao colunista Mauricio Stycer, do UOL.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele ressaltou a importância do humorista para o crescimento do canal. “Paulo Gustavo realmente tem um papel fundamental na construção da imagem do Multishow. A partir do momento em que ele entra com o ‘220 Volts’, o Multishow se torna reconhecidamente um canal divertido, um canal ligado a comédia”, disse ele.

O executivo comandou o Multishow entre fevereiro de 2009 e março de 2019. Após 220 Volts (2010-13), Paulo estreou o Vai Que Cola (2013-17), que, segundo Zattar, foram produções de autoria dele. Posteriormente, veio o projeto de A Vila (2017-21).

Sempre acreditei em diferenciar o Multishow, em popularizar o canal mesmo, um canal de massa na TV paga. Paulo Gustavo ajudou a tornar o Multishow o que o canal é hoje”, falou. E completou: “Tentei de tudo. E muita gente deu sua parcela de contribuição. Mas o Paulo Gustavo foi o maior”.

A maior estrela do canal, Paulo Gustavo também tinha o maior salário. “Nunca foi infeliz em termos de salário. Era a maior remuneração do Multishow. E sempre foi a maior audiência da programação“, contou.

Por fim, Zattar lamentou a morte do humorista. “Além de ser um grande parceiro de trabalho, ele se tornou um grande amigo. Ele teve um papel muito, muito importante na minha vida profissional e também se tornou meu amigo pessoal“, lamentou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio