Ex-vocalista da Twister, Sander Mecca relembra Banheira do Gugu com 13 anos e abuso sexual

O músico diz ter sofrido estupro com homem poderoso da música quando tinha 17 anos

Publicado em 12/10/2021 11:23
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta segunda-feira (11), Sander Mecca, ex-vocalista da banda Twister, foi entrevistado no Mais Que 8 Minutos, programa comandado por Rafinha Bastos no Youtube. O músico recordou uma situação inusitada que viveu na televisão.

“Com 13 anos indo na Banheira do Gugu com a Luiza Ambiel”, disse o famoso, aos risos. “Você foi com 13 anos na Banheira do Gugu?”, indagou Rafinha, surpreso. “Foi, infelizmente não tem registro disso. Acho que não podia, né?”, reagiu o cantor. “Acho que hoje pegasse um pouco mal”, brincou Bastos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois, Sander contou ter sido vítima de abuso sexual de um homem importante da indústria musical. “Eu tinha 17 anos, foi quando a gravadora assinou o contrato para a gente e entregou para cada integrante”, falou o astro.

“Só faltava cada um assinar. Aí o cara pega, chega com os cinco contratos, todos assinados, menos o meu. Bateu na minha porta e falou ‘chegou a hora de pagar o preço. Você quer ser o líder da banda ou quer assistir o sucesso dela pela televisão?’. Um velho de 60 anos”, recordou Mecca.

“Eu falei ‘é isso mesmo? Eu tô aqui desde o começo e é isso? Tá bom, beleza, quero camisinha, whisky, cocaína, filme pornô e vou plantar o nabo aí’. Aí foi isso. Eu não tinha transado ainda. No dia seguinte eu falei que queria ir num puteiro”, concluiu Sander.

Assista:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio