Ex-SBT questiona o movimento “Vidas Negras Importam” e pede academia e festa clandestina: “Desobediência Civil já!”

Jornalista se popularizou nos anos 90 ao apresentar programas para jovens

Publicado há 4 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Longe da TV desde 2009 quando foi apresentador e repórter do extinto Olha Você (SBT), em sua segunda fase, o jornalista Eloy Nunes, hoje trabalhando como empreendedor vegano, chama atenção em suas redes sociais com publicações de apoio ao governo de Jair Bolsonaro e comentários radicais de criticas à imprensa, ataques à medida de isolamento social e questionamentos sobre o movimento Vidas Negras Importam.

“Todas as vidas importam: branco, negro, amarelo, verde (eu, no caso, nesse inverno); inclusive a vida dos animais”, comentou ele, seguido por vários outros posicionamentos do tipo: “Desobediência Civil já!”: frase que estampa uma de suas fotos de perfil do Facebook.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

(Reprodução: Facebook)

Eloy se popularizou também em atrações apresentadas na Band, TV Gazeta e em reportagens para a Record TV e Globo, além de vários comerciais. Em sua última publicação, ele chega a chamar a imprensa de “obscura, maléfica e satânica”.

Para ele, a imprensa tem prejudicado a compreensão dos fatos e invertido valores, querendo impedir, segundo ele, o movimento de mudança do governo atual. Eloy também afirma: “A proporção de ‘ele não’ e ‘antifascista’ que tem morrido é muito maior do que bolsonarista”.

(Reprodução: Facebook)

O jornalista também se apoia em assuntos espirituais para falar na mudança de lado da imprensa no futuro, lá em 2021. “Irá mudar de mãos até o final do ano que vem. Então segura o rebolado que o espetáculo ainda não acabou!”.

(Reprodução: Facebook)

Num dos comentários, Eloy Nunes pede ao seus seguidores, sugestões de academias clandestinas para malhar durante a pandemia. “Quem souber de academia clandestina, avise-me por mensagem. Quero malhar. Não aceito essa quarentena doentia e sem limites, chega de covardia!”, disse ele após uma publicação enfurecida com as medidas tomadas no condomínio onde mora.

(Reprodução: Facebook)

“Este prédio onde moro vai manter fechada a academia, a piscina e a área de lazer até dia 28; já estamos assim há meses! O que esse povo tem na cabeça?! Acham que estão fazendo bem a quem?! O pior de tudo, os medrosos e sombrios assumem os cargos de comando nesse mundo, infelizmente! Cansado daqui. Se pudesse, mudaria agora mesmo”, desabafou.

Eloy chegou a ser expulso de um local porque quis comer dentro do estabelecimento. “Acabo de ver um vídeo sobre as medidas de segurança do Iguatemi São Paulo. Tanta coisa mudou, está tão absurdamente neurótico que perdi a vontade de ir! O que vocês, seus amedrontados do cacete, fizeram com nossas vidas?! Tudo perdeu a cor, a graça, a leveza! Hoje achei que conseguiria comer devidamente sentado em uma lanchonete; fui expulso, indo comer no carro! Chega dessa insanidade, cacete! Vão se tratar!”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais