Ex-Fofocalizando, Leo Dias enumera erros que levaram ao fim do programa

Apresentador hoje é contratado da RedeTV!

Publicado há 5 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O fim do Fofocalizando no SBT, após três anos e meio no ar, continua dando que falar na mídia e arredores. Um dos integrantes mais longevos da atração, Leo Dias usou sua coluna desta sexta (8) no portal UOL para enumerar as falhas que, na visão dele, levaram o programa a perder audiência e a consequentemente ser extinto.

É triste ver um programa de TV, ao qual eu me dediquei demais, e que tinha tudo para mostrar que o SBT sabe, sim, fazer fofoca, acabar. Na última quinta-feira (7) Sílvio Santos, seu criador, cansou de ver os números pífios da atração. Eu vivi de perto aquela realidade e falo com propriedade“, enunciou Dias, hoje contratado da RedeTV!.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As últimas ‘ideias’ de Silvio foram desastrosas. Não pode colocar horóscopo num programa de TV. Sabe por quê? 40% da população do Brasil é evangélica, e isso vai contra o que eles pensam. E aquela sessão pavorosa de músicas antigas sem fim? Por que o diretor não explicou a alguém próximo que aquilo seria um tiro no pé?“, queixou-se.

Alfinetando

Leo tampouco poupou críticas aos ex-colegas de bancada. “Ultimamente, o tom do elenco era o mesmo. Dava um sono… Todos politicamente corretos demais. Mara [Maravilha], então, virou a palmatória do mundo. Era até curioso esperar para ver a próxima atrocidade que ela falaria. Mara é a Regina Duarte da fofoca“, disparou.

Lívia [Andrade] era alegria, mesmo muitas vezes ficando em cima do muro, ao assistir-lhe dava vontade de abrir um largo sorriso. Puni-la daquela maneira foi o tiro de misericórdia para o fim do programa. Que triste fim“, ressaltou ainda ele, referindo-se à suspensão sofrida pela apresentadora após divulgar fake news no Fofocalizando.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais