“Eu desejo que a Laura e todas as mulheres se empoderem”, afirma Bella Piero

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No ar como a Laura de O Outro Lado do Paraíso, Bella Piero falou sobre a personagem, que descobriu recentemente no enredo que era abusada sexualmente na infância pelo padrasto, Vinícius (Flávio Tolezani).

“É muito forte. É um assunto muito caro para qualquer mulher, para qualquer ser humano. Como atriz, eu vi uma oportunidade linda nesse trabalho de ajudar as pessoas, de fazer o mais verdadeiro que eu pudesse. Para que o corpo dela, a fala, o olhar, chegassem até as famílias e causassem essa reflexão, essa conversa, e a coragem de lutar e vencer. Isso é muito importante pra mim, fico muito feliz de poder fazer isso no ar agora”, afirmou a estrela ao Gshow.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A famosa avaliou que viver a jovem é o maior desafio da sua carreira. “É o terceiro trabalho que eu faço aqui na Globo, e é a personagem mais dramática, profunda, com mais camadas. Eu fiquei radiante, muito feliz de confiarem em mim para fazer esse papel que tem uma carga dramática muito forte”, contou a atriz.

A artista disse que o público está comovido com a história. “Está sendo lindo, ela está sendo muito acolhida. Falam que querem proteger ela, que querem abraçá-la. É lindo ter o público com a gente, torcendo pela história…  Recebo mensagens de muitas pessoas que passaram ou passam pela mesma situação e se sentem seguras em compartilhar. Eu fico feliz de isso estar acontecendo”, declarou Bella.

O Outro Lado do Paraíso: Renato diz que ama Clara e questiona: “Aceita se casar comigo?”

A morena revelou o que espera que aconteça com Laura e com pessoas que estejam passando por uma situação parecida.

“Eu desejo que a Laura e todas as mulheres se empoderem de quem são, de suas escolhas, e possam ser livres e honrar tudo o que elas carregam. Que todas as pessoas que passaram ou que passam por essa situação entendam que a culpa nunca é da vítima, que elas precisam buscar ajuda, falar com alguém, precisam denunciar, porque abuso é crime. Eu sei que não é fácil contar nem ouvir essa história, mas é muito necessário”, concluiu Piero.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio