Êta Mundo Bom!: Walcyr Carrasco é o “rei” do Vale a Pena Ver de Novo

Com Êta Mundo Bom!, Walcyr Carrasco segue como um dos autores preferidos do Vale a Pena Ver de Novo

Publicado há 9 meses
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O autor Walcyr Carrasco é mesmo um curinga na Globo. O novelista é sempre escalado para recuperar a audiência de horários problemáticos na emissora, circulando com desenvoltura em todas as faixas de novelas. E isso inclui o Vale a Pena Ver de Novo. Com a volta de Êta Mundo Bom! a partir desta segunda-feira (27), Carrasco emplaca mais um repeteco de uma de suas bem-sucedidas tramas.

Carrasco estreou na Globo há 20 anos, quando assinou O Cravo e a Rosa (2000) com Mário Teixeira. Nestes anos todos, o novelista emplacou grandes sucessos na faixa das seis, sete, nove e onze da emissora. Parece muito tempo, mas é pouco comparado aos “medalhões” das novelas do canal. Ou seja, dentre os “veteranos”, Walcyr Carrasco é um dos mais “jovens”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Isso não impediu o novelista de se tornar presença constante no Vale a Pena Ver de Novo. O Cravo e Rosa, exibida entre 2000 e 2001, ganhou uma reprise cerca de dois anos depois, em 2003. No mesmo ano, o autor emplacava a inédita Chocolate com Pimenta, que foi reapresentada em 2006. Mais tarde, em 2009, o Vale a Pena Ver de Novo alcançou altos índices de audiência reapresentando Alma Gêmea, um fenômeno do horário das seis em 2005.

Adriana Esteves e Eduardo Moscovis em O Cravo e a Rosa (divulgação)

A presença de Walcyr Carrasco no Vale a Pena Ver de Novo foi se tornando tão constante, que até uma de suas novelas menos expressivas voltou ao ar: Sete Pecados. A primeira incursão do autor no horário das sete não foi nenhum êxito quando exibida em 2007, mas retornou mesmo assim, em 2010. Novamente, teve desempenho mediano e chegou a ser picotada na reprise. Um ponto fora da curva na carreira do autor.

No entanto, em sua segunda passagem pela faixa das sete, Caras & Bocas (2009), o autor acertou em cheio. A trama fez muito sucesso e garantiu o seu retorno no Vale a Pena Ver de Novo cinco anos depois, em 2014. Novamente, repetiu o sucesso.

O autor também viu uma novela no qual atuou como supervisor de texto retornar no Vale a Pena Ver de Novo. Trata-se de O Profeta, adaptação da trama de Ivani Ribeiro assinada por Duca Rachid e Thelma Guedes, exibida em 2006 e reapresentada em 2013. Apesar de Carrasco ser “apenas” supervisor, há muito do dedo dele na história, que faz uso de seu estilo de humor inconfundível.

Reprise da reprise

Ana Francisca (Mariana Ximenes) e Danilo (Murilo Benício) em Chocolate com Pimenta (divulgação)

Não bastasse tantas novelas do autor retornando na faixa da tarde, Walcyr Carrasco ainda conseguiu o feito de ser um dos autores mais “re-reprisados”. Isso porque algumas de suas novelas tiveram não uma, mas duas exibições no Vale a Pena Ver de Novo. Chocolate com Pimenta, reprisada pela primeira vez em 2006, ganhou uma nova reprise em 2012. Deu tão certo que O Cravo e a Rosa também foi novamente reapresentada, em 2013. E vale lembrar que Alma Gêmea já foi cotada para uma nova exibição em várias oportunidades.

Fora da Globo

Além do Vale a Pena Ver de Novo, Walcyr Carrasco também já viu suas novelas escritas para a Globo em outros canais. A Padroeira, de 2001, foi reapresentada pela TV Aparecida em 2017. Já O Cravo e a Rosa foi recentemente reapresentada no canal Viva, na faixa das 23 horas. Atualmente, o canal pago reapresenta Chocolate com Pimenta.

Isso sem falar nas novelas que o autor escreveu em outras emissoras. Xica da Silva (1996), que assinou para a extinta Manchete com o nome Adamo Angel, foi exibida pelo SBT em 2005. O mesmo SBT no qual Carrasco assinou Fascinação, que foi exibida em 1998 e reapresentada em duas ocasiões: em 2004 e em 2011.

Próximas reprises?

Naomi (Flavia Alessandra) e Zariguim, os robôs de Morde & Assopra (divulgação/TV Globo)

Embora tenha visto muito de suas novelas retornarem nos últimos anos, Walcyr Carrasco ainda tem novelas na gaveta da Globo que nunca foram reapresentadas. A Padroeira foi cedida para a TV Aparecida em 2017, mas nunca foi exibida no Vale a Pena Ver de Novo. Morde & Assopra (2011), última novela das sete do autor, também não ganhou um repeteco, mesmo tendo registrado bons índices de audiência.

Além disso, o autor escreveu em horários mais avançados as novelas Gabriela (2012), Verdades Secretas (2015), Amor à Vida (2013), O Outro Lado do Paraíso (2017) e A Dona do Pedaço (2019). As duas primeiras foram novelas das onze, que não têm vez no Vale a Pena Ver de Novo. Mas as demais, exibidas às 21 horas, podem voltar a qualquer momento.

No entanto, a emissora sempre preferiu reapresentar as novelas das seis do autor. E é compreensível, afinal, são novelas leves, divertidas e bastante adequadas para o horário vespertino. Ou seja, não exigem muitos cortes ou adequações para a faixa. E, claro, são garantias de sucesso. Ou alguém tem dúvida de que Êta Mundo Bom! vai agradar?

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio