“Estamos vivendo momentos tenebrosos”, dispara Elza Soares no Programa do Porchat

Publicado há 2 anos
Por Fabio Augusto
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Elza Soares foi a convidada do Programa do Porchat na madrugada desta terça (30). A cantora falou sobre diversos assuntos voltados à vida pessoal e profissional.

Aos 81 anos, ela mostrou que está muito ativa, inclusive revelando que adora ir à academia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Até o apresentador Fabio Porchat se impressionou com o fato e elogiou as pernas fortes da veterana.

Mas, além da descontração, o apresentador tocou em assuntos delicados, como a realidade atual do país.

De acordo com Elza, a situação está muito ruim. “Estamos vivendo momentos tenebrosos e assustadores”, disparou.

Leia mais: “Mulher sofre muito”, afirma Elza Soares no Programa do Porchat

Cantora fala sobre ditadura e militância

Além disso, a artista ainda criticou o fato de algumas pessoas exaltarem o período da ditadura no Brasil.

Questionada por Porchat, ela detalhou a opressão sofrida durante o regime militar.

“Que horror. Ninguém pode dizer que na ditadura era bom. Metralharam minha casa e tive que fugir para a Itália com o Garrincha”, revelou.

Segundo Elza Soares, ela não sabe o motivo porque sua casa, no bairro do Jardim Botânico, Rio de Janeiro, foi alvo de tiros.

“Estava brincando com as crianças, entramos e começaram os tiros. Um segurança levou um tiro no braço e metralharam a casa”, lembrou.

Do mesmo modo, a cantora aproveitou para falar sobre militância, exaltando o fato de sempre estar ao lado das minorias.

“Brigo muito pela raça, pelas mulheres, pelos gays. Fui muito ajudada pelo mundo gay. Tenho respeito e carinho imenso”, revelou.

Leia mais: Comentário de Faustão a Elza Soares causa indignação nas redes sociais

Por outro lado, a artista mandou um recado para as mulheres e a juventude do país.

“As mulheres tomaram consciência. Mas temos que gritar. Ainda há muito para conquistar”.

“É época de se juntar e lutar. A juventude tem que nos ajudar, não vamos dar conta sozinhos. Tem que ter coragem para passar por esse momento”, alarmou.

Apesar dos assuntos polêmicos, Elza deu detalhes de seus trabalhos atuais e ainda exaltou o musical Elza, que aborda momentos importantes da vida.

As participantes do musical também marcaram presença no programa e falaram sobre a peça, rasgando elogios para a veterana.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio