ESPN estreia nova programação com mais SportsCenter e menos programas de debates

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sem muito aviso prévio, a ESPN Brasil vai estrear sua nova programação nesta segunda-feira (2) com muitas alterações. A emissora diminuiu o tempo de seus programas de debates diários e vai investir mais em análises e notícias do SportsCenter. As mudanças seguem as tendências antecipadas pelo Observatório da Televisão na semana passada.

O primeiro programa da programação segue sendo o ESPN Bom Dia, mas ele perde uma hora de duração. Passa a ir ao ar das 9h às 11h. Das 11h às 12h, vai ao ar a primeira edição do SportsCenter. Esta terá o formato mais clássico, com apresentação na bancada e reportagens.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Das 12h às 14h, vai ao ar o Bate-Bola Debate. Ele também perde uma hora. No entanto, das 14h às 15h, vai ao ar o Futebol no Mundo. Das 15h às 18h, a segunda edição do SportsCenter entra no ar. Mas este terá formato diferenciado. Um apresentador, em pé, e dois analistas fazendo a análise de tudo o que acontece no Esporte.

Este formato, inclusive, começou a ser adotado neste fim de semana no pós-jogo da ESPN Brasil para o Campeonato Brasileiro. Será o seu padrão daqui pra frente. Das 18h às 20h, entra no ar o Futebol na Veia. Das 20h às 22h, mais uma edição do SportsCenter, com o formato tradicional.

Das 22h às 0h, o Linha de Passe segue no ar nas noites de segunda. Por fim, das 0h às 1h, a última edição do dia do SportsCenter. Esta é a mais tradicional, com apresentação de Paulo Soares e Antero Greco.

Por conta das mudanças promovidas a partir desta segunda-feira (2), o ESPN Agora, que estava no ar desde 2016 na programação do canal esportivo da Disney, deixará de existir.

Mudanças na ESPN Brasil já são inspiradas na matriz americana

Como noticiou o Observatório da Televisão na semana passada, a ordem na ESPN Brasil é deixar sua programação mais dinâmica e menos arrastada. Os programas de debate serão o principal alvo dessa mudança.

A boa notícia é que, tanto os executivos da Argentina, quanto o executivo dos Estados Unidos, informaram aos membros do Jornalismo da ESPN Brasil que não pretende mexer na linha editorial da emissora.

Demissões estão descartadas. Novas contratações serão feitas nas próximas semanas. A ordem é investir, num primeiro momento, na contratação de mulheres para a equipe esportiva. Atualmente, o canal considera que tem poucos talentos femininos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais