ESPN Brasil contrata jornalista russo para auxiliar na cobertura da Copa do Mundo de 2018

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mesmo que não vá transmitir os jogos da Copa do Mundo em 2018 – algo que o canal já confirmou que não fará -, a ESPN Brasil vai investir bastante em cobertura jornalística do principal torneio de futebol do mundo.

O canal anunciou a contratação do jornalista russo Grisha Telingater, que ficará responsável por reportagens especiais diretamente da Rússia, país-sede do próximo Mundial.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: “Pé na bunda traiçoeiro da ESPN”, diz José Trajano sobre demissão

Grisha ficará responsável pelas matérias especiais que vão mostrar todo o aquecimento e de como o país está se preparando, de todas as formas, para receber as seleções de todo o Mundo.

Mesmo russo, Grisha fala português fluentemente, algo que ele estudou para cobrir a Copa do Mundo de 2014, que aconteceu aqui no Brasil, o que o habilita para produzir conteúdo para o canal nacional.

O russo também trabalhou na cobertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. No entanto, essa é a primeira vez que ele vai atuar para um canal de fora da Rússia e em língua portuguesa.

Ele se torna o terceiro correspondente internacional da ESPN Brasil na Europa. Além de Grisha, os repórteres João Castelo Branco e Natalie Gedra também produzem conteúdos para a ESPN Brasil.

João e Natalie são residem em Londres e ficam focados na cobertura da Premier League, o Campeonato Inglês de Futebol, que é exclusivo da ESPN, e do futebol europeu de maneira geral.

Até o presente momento, apenas Globo, SporTV e Fox Sports estão confirmadas como emissoras que vão exibir a Copa do Mundo de 2018. A Band negocia com a Globo um sublicenciamento, e espera fechar essa questão ainda neste mês.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio