Espelho da Vida: Américo tenta tirar vantagem de Cris, mas se dá mal: “O máximo que vai conseguir de mim agora é uma ajuda pra voltar pro Rio”

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de Espelho da Vida, Cris (Vitória Strada) irá até a pensão de Gentil (Ana Lucia Torre) para visitar seu pai, Américo (Felipe Camargo). “Como você tá se sentindo, Américo?”, perguntará a mocinha.

Leia: Espelho da Vida: Isabel revela que Priscila pode ser filha de Alain e elabora plano para ter parte da herança de Vicente

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Cruz credo… ‘Américo’. Custa chamar ele de pai?”, questionará Gentil. “Um dia ela vai me chamar de pai, dona Gentil… Tem que dar tempo ao tempo, não é, Cristina? Senta, filha”, pedirá o homem.

Saiba mais: Espelho da Vida: Margot recebe visita de Vicente em sonho: “Eu disse que ia ficar sempre perto”

“Um dia… Pois se nem passando de carro em cima do senhor ela se manca”, ironizará a senhora. “Posso falar com o Américo, dona Gentil?”, pedirá a morena. “Meus hóspedes são livres pra receber visita. Tudo dentro da decência e do respeito, claro. Tá quase na hora do seu suquinho, seu Américo. Eu trago. Qualquer coisa…”, falará a idosa, saindo do local.

“É horrível depender dos outros pra tudo… Sou um homem muito ativo, gosto de resolver minhas coisas sozinho”, lamentará o pilantra. “Eu… Sinto muito ter causado isso…”, dirá a noiva de Alain (João Vicente de Castro).

Sem dinheiro

“Já disse que não tem porque se culpar. Vamos passar uma borracha no passado”, avaliará o moreno. “Vim falar do presente, Américo. Da sua situação. Quero te ajudar a voltar pro Rio assim que for possível”, revelará Cris.

“Pro Rio…? Mas não tenho pra onde ir no Rio, filha… Vou ser transparente com você, perdi tudo… Tudo!…”, lamentará o homem. “Você falou pra Margot (Irene Ravache) que era advogado…”, recordará a jovem.

“Advogado, isso!… Mas fui ingênuo em algumas transações, me dei mal. Tentei trabalhar em outras coisas mas não dei sorte, filha. Só tenho você neste mundo!”, insistirá Américo, que terá uma resposta negativa da herdeira.

“O máximo que vai conseguir de mim agora é uma ajuda pra voltar pro Rio. Pago sua passagem, condução… O que for preciso. Onde mora sua ex-mulher?”, perguntará Cris. “A única mulher que eu amei”, falará o enganador.

“Eu volto pra saber sua resposta”, diz Cris

“Não estou brincando, Américo. Você mesmo dizia que tinha outra mulher, não deve ter sido só ela. Mas… Alguém… Alguma família você tem que ter”, observará Cris. “Minha única família é você”, insistirá o homem.

“Se está quebrado não vai ter como pagar muito tempo de hospedagem. A dona Gentil sabe disso?”, perguntará Cris. “Essa mulher é um anjo…! Está disposta a esperar um dinheiro que vai cair na minha conta. Ajudei um amigo com uma ação na justiça e ainda não me pagaram….”, mentirá o homem.

“Eu volto pra saber sua resposta. Estou vendo que tá se recuperando, é forte… Pode trabalhar em muitas coisas assim que ficar bom”, observará a protagonista. “Cristina… Filha… Tenho tanta coisa pra te dizer…”, refletirá o pilantra.

“Ainda não sei se quero ouvir, Américo… Não demora pra decidir. Melhor aceitar minha ajuda. Eu volto…”, concluirá Cris, indo embora da pensão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio