Escrava Mãe: Elogiado pela crítica, folhetim volta em agosto na Record TV

Folhetim conquistou o prêmio internacional de Melhor Novela de 2016

Publicado há um mês
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A partir de agosto a novela A Escrava Isaura (2004/05), da Record TV, abrirá espaço para a chegada de Escrava Mãe (2016), do autor Gustavo Reiz, hoje na TV Globo.

Premiada como a melhor novela daquele ano no Seoul International Drama Awards, o folhetim, que também pode ser visto no catálogo da Netflix, lançou Gabriela Moreyra como protagonista e apostou no veterano ator português Pedro Carvalho como seu par romântico.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com a assinatura de Ivan Zettel na Direção, a novela entrou para o ranking das novelas mais elogiadas pela critica especializada na década passada. Escrava Mãe marcou o primeiro trabalho de Pedro Carvalho no Brasil. Atualmente o ator pode ser visto como o Tomás em Ouro Verde, da Band, após um enorme sucesso como o Abel de A Dona do Pedaço (2019).

Miguel e Juliana se casam (Divulgação)

Gabriela Moreyra é cria da casa, seu primeiro trabalho foi em Bicho do Mato, em 2006, e posteriormente colecionou mais de 10 novelas na Record TV, até conquistar o papel de Juliana dos Anjos em Escrava Mãe.

Em 2018 Gabriela migrou para a TV Globo, onde fez sua estreia através de João Emanuel Carneiro em Segundo Sol. Em seguida atuou em Sob Pressão (2019) e Bom Sucesso (2019/20).

Escrava Mãe (Divulgação)

Escrava Mãe marcou um êxito da parceria Record/Casablanca. Inspirada na obra literária de Bernardo Guimarães, a novela mostra a trajetória de Juliana, filha de Luena com um feitor, que dá à luz ninguém menos que a icônica personagem Isaura.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais