Erika Schneider critica machismo de peões em A Fazenda 13: “Não aceitam receber ordens de mulher”

Fazendeira reclama que participantes resistem em obedecê-la

Publicado em 24/09/2021 14:22
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Erika Schneider é a primeira mulher a se tornar fazendeira em A Fazenda 13. Alguns peões não gostaram, mas a maioria parabenizou a peoa por conseguir o posto e ainda fugir da Roça que eliminou Liziane Gutierrez logo no primeiro ciclo.

Na tarde de sexta-feira (24), a fazendeira comentou com Marina Ferrari e Mileide Mihaile sobre o machismo que sentiu após tomar o posto: “Pra alguns homens, receber ordens de uma mulher ou receber comandos de uma mulher… Na vida isso é muito comum. Muitos homens se sentem inferior ou não aceitam receber ordens. Ficam olhando torto. Eu senti isso no dia que eu assumi e tava lá embaixo e vi alguns olhares”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela ainda disse que está acostumada com isso do lado de fora da casa: “Nada diferente do que eu já vivenciei lá fora. E que às vezes tá embutido [na sociedade], eu senti, não vou mentir. Eu tenho que falar várias vezes e eu vejo gente falando que mudei, não é!”.

Gui Araújo a criticou por ter mudado após colocar o chapéu de fazendeira. Mas ela se defende: “Se você está em uma função na qual tem que delegar funções, você tem que ser mais rígida. Isso é normal. E não é ser grosso” e Mileide Mihaile completa: “Tudo que a gente tem que fazer, tem que fazer dobrado”.

Fique por dentro da cobertura completa de A Fazenda 13 no Observatório da TV e em nosso canal no YouTube! 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio