Entenda a morte de Zilá em Fina Estampa

Personagem fará de Amália (Sophie Charlotte) a herdeira de seu legado

Publicado há 9 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O capítulo desta segunda-feira (6) de Fina Estampa terminou com um gancho bastante enigmático. Após desaparecer em meio à vegetação que circunda a pousada de Zambeze (Totia Meireles), a afável Dona Zilá (Rosa Marya Collin) foi encontrada morta!

Embora a despedida da personagem tenha acontecido envolta em uma aura de mistério e surpresa, vale adiantar que ela não ganhará relevância no enredo a partir daí. O episódio, na verdade, servirá como gatilho para o desenrolar da trama de duas personagens: Luana (Joana Lerner) e Amália (Sophie Charlotte).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A primeira, como se sabe, previu a morte de Zilá pouco antes de que ela acontecesse. Tal relação servirá para chamar a atenção de outros personagens aos dons premonitórios de Luana, que passará a ser vista como uma poderosa vidente – dom que a princípio ela própria rejeitará, mas será incentivada por Zambeze a aprender a controlar e usar para o bem.

Já Amália será uma espécie de sucessora de Zilá na fabricação de cosméticos. Isso porque a senhorinha deixará para a filha de Griselda (Lília Cabral) as receitas das substâncias que costumava preparar, impulsionando-a a conquistar sua independência financeira.

Mas, afinal de contas, do que Zilá morreu? Provavelmente de uma causa natural qualquer, dada até a sua avançada idade. Ninguém a matou, nem nada do tipo. E seguimos o baile!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio