Em oito dias, Record ataca Globo por mais de 70 minutos

Segundo o UOL, reportagens são repetitivas e não apresentam novidades

Publicado há 2 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Record passou a dedicar diariamente em seus programas jornalísticos espaço para falar da Globo. Os ataques duram cerca de 9 minutos, mostrando um suposto lado obscuro da família Marinho, que controla o Grupo Globo. Segundo o colunista Maurício Stycer, do UOL, isso pode ser caracterizado como uma campanha.

No total, foram destinados até o último domingo (20), 71 minutos a atacar a Globo, requentando informações sobre acusações de supostos crimes cometidos pela empresa e seus donos. Tanto o Jornal da Record, quanto o Domingo Espetacular serviram de veículos para falar da emissora carioca.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cada reportagem, segundo a publicação, tem cerca de 9 minutos e não apresenta um noticiário novo. Além disso, a edição é repetitiva, com as mesmas sequências, fotos dos donos da Globo e imagem da sede, na ilustração das matérias jornalísticas.

Globo, emissora aberta brasileira (Reprodução)

O texto ainda lembra que a Record procurou a rival carioca para que ela se posicionasse, mas não obteve resposta. O presidente da República Jair Bolsonaro chegou a compartilhar parte do material da rede dos bispos contra a Globo. Procurada, a emissora disse à publicação que “a Record está praticando jornalismo, informando sobre investigações que ainda estão acontecendo”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio