Em A Escrava Isaura, André convence tropa de Leôncio a desistir do ataque

Publicado há 10 meses
Por Arthur Pazin
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No capítulo que vai ao ar nesta sexta-feira (10), na Record TV, em A Escrava Isaura, André (Deo Garcez) vai convencer a tropa de Leôncio (Leopoldo Pacheco) a se juntar a eles no quilombo e desistirem do ataque ordenado pelo fazendeiro.

Os escravos estarão se preparando para se defender da invasão, quando Henrique (Gabriel Gracindo) chegará ao local e avisará André que a tropa está a caminho. “Atenção, quilombolas. Ocês só atirem depois que eu atirar”, orientará André, preocupado com a chegada de novos aliados.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele pedirá aos colegas para se esconderem e na sequência, os capangas de Leôncio se aproximarão do local. “Olha, eu não confio nos escravos hen? No cerco da casa da Condessa, um bando passou pro outro lado”, dirá Francisco (Jonas Mello) a Martinho (Cláudio Curi), que responderá:

“Mas dessa vez é diferente. Seu Leôncio prometeu carta de alforria e 10 contos de réis para quem conseguir capturar Isaura (Bianca Rinaldi)”. Francisco não se mostrará seguro. “Eu não acredito que ele cumpra o prometido. Ele não tem palavra e depois, os escravos não confiam nele”.

A dupla avistará uma fumaça e mandará os negros do patrão na frente para abrir caminho. “Atirem primeiro e perguntem depois”, mandará Francisco. Os escravos de Leôncio, então, chegarão ao quilombo e André vai frear sua turma. “Calma, não atirem. É tudo gente conhecida”, dirá o escravo, que vai tentar negociar com os invasores.

Ocês tão cercado, mas cês podem passar pro nosso lado. Abaixa as armas, gente”. Nipalesa (Bárbara Garcia) também vai falar ao bando. “Ocês não querem ser livres?“, perguntará a jovem. André continuará tentando convencer os escravos.

“A gente não quer atirar em ocês, a gente quer que ocês passem pro nosso lado pra modo de ser livre e feliz. Quem quiser vir pro nosso lado abaixa as armas e levanta a mão, vamo gente“, insistirá o rapaz, que conseguirá fazer com que os escravos aceitem sua proposta.

“Graças a Deus que ocês desistiram de atirar e ficaram do nosso lado”, agradecerá André, que vai pedir para Moleca fazer algo para eles comerem. O quilombo vai festejar a união. “E viva a liberdade”, gritará André.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos de A Escrava Isaura

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais