Elizangela relembra participação em A Força do Querer: “Trabalho mais do que prazeroso”

A atriz vive Aurora, mãe de Bibi, na trama de Gloria Perez

Publicado há 19 dias
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em A Força do Querer, Aurora (Elizangela) não concorda com o caminho que Bibi (Juliana Paes) escolheu para sua vida. Se ela pudesse decidir pela filha, Caio (Rodrigo Lombardi) seria seu genro, e não Rubinho (Emilio Dantas).

A avó de Dedé (João Bravo) se ressente até hoje com a decisão da filha de largar a faculdade para se casar com o estudante de Química, e deixa isso bem claro. É esse, inclusive, o principal motivo de desentendimentos entre as duas. Mas Aurora está sempre ao lado da filha quando a barra pesa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Preocupada com a situação de Bibi depois do despejo por falta de pagamento, Aurora decidiu procurar Caio. Resgatou o cartão que ele tinha dado por desaforo num encontro casual com Bibi e foi atrás do ex-futuro genro. Ela contou para o advogado que a filha estava dormindo no chão de um bar.

Descrente, mas nada indiferente à situação da ex-noiva, Caio foi até o endereço verificar se era verdade. Apesar de afirmar que quer distância de Bibi, Caio procurou Aurora e ofereceu uma casa para a família de Bibi morar. Mas com a condição de ela nunca saber que ele é seu benfeitor.

E a ajuda de Caio não parou por aí. Ele ainda é responsável pelo emprego que Rubinho consegue no restaurante em que Dantas (Edson Celulari) é sócio. Bibi e Rubinho, felizes, se mudam para a casa nova e tentam descobrir quem é o admirador de Aurora que tanto os ajudou. Mas ela esconde a sete chaves o segredo que agora tem com Caio.

Na entrevista a seguir, Elizangela, intérprete da personagem, fala sobre a reexibição da novela neste momento e sobre a importância deste trabalho em sua trajetória.

O que sentiu quando soube que A Força do Querer seria exibida novamente?

Eu fiquei muito feliz. Foi um trabalho mais do que prazeroso, fora o sucesso estrondoso que foi. Fazer um trabalho da Gloria Perez é sempre um grande presente. Agora vou conseguir assistir às cenas com calma, curtir e relembrar momentos tão gostosos que passamos juntos. Aquela família linda.

Como você descreveria a Aurora?

A Aurora é aquela mãezona, uma mulher trabalhadora, guerreira que faz qualquer coisa pelos filhos. Pessoa querida, avó apaixonada, a avó que todo mundo queria ter. É a chamada gente boa.

Pode contar alguma curiosidade das gravações que você lembre com carinho?

Foram momentos tão gostosos que passamos juntos, e, com a convivência, acabou virando uma família mesmo.

Que cena você tem vontade de rever?

Eu gostaria de rever a cena na cadeia, quando a Bibi é presa, e a Aurora vai visitá-la e acaba batendo nela. Foi uma cena bem difícil. Eu não sabia nem como fazer. Foi um misto de sentimentos, e eu deixei a emoção só vir, e a cena saiu muito boa.

Pretende acompanhar a edição especial da novela? Outros trabalhos seus, como Por Amor e Senhora do Destino, foram reprisados recentemente. Você gosta de assistir trabalhos antigos? É muito autocrítica?

Sim! Pretendo acompanhar a edição especial. A gente não vê quando está fazendo. É muita novela, né? Acho que são 40. Eu sou muito crítica, não sou boazinha comigo. Para eu falar que a cena ficou boa, é porque realmente ficou boa.

Críticos apontaram seu trabalho como Aurora como um dos principais da sua carreira. Você também considera assim? Qual foi a importância de A Força do Querer na sua trajetória artística?

Eu acredito que realmente tenha sido até o momento um dos principais trabalhos da minha carreira. Eu sempre saía muito feliz das gravações. Foi um presente que eu recebi da Gloria Perez e do Papinha (Rogério Gomes, diretor artístico) que só tenho a agradecer.

Muitos foram os comentários sobre a semelhança entre você e Juliana Paes. Como foi a parceria de vocês no set?

Nós já fizemos outras novelas juntas, e nem falaram exatamente disso. Acho que em O Clone, talvez uma pessoa ou outra possa ter notado isso. Tem um tipo brasileiro, um desenho ou outro que parece. Passa mesmo como se fossem da mesma família, o que me lisonjeia porque ela é uma mulher linda. Desde a época de O Clone a parceria sempre foi muito boa. A nossa sintonia era maravilhosa desde o início. Foi muito sensível no melhor sentido da palavra, com uma troca muito intensa.

Acha que a repercussão hoje será diferente de quando a novela estreou?

Eu não sei se as pessoas assistindo de novo a novela vão ter um outro olhar. Eu acho que vai dar a oportunidade para outras pessoas que não assistiram verem a novela e se apaixonarem, eu acho que realmente vale a pena ver de novo.

A Força do Querer é uma novela de Gloria Perez, com direção artística de Rogério Gomes, direção geral de Pedro Vasconcelos e direção de Davi Lacerda, Luciana Oliveira, Claudio Boeckel, Roberta Richard e Fábio Strazzer.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais