Eliana não tira o chapéu para político e ator hollywoodiano no Programa Raul Gil

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste sábado (7), Eliana participou do Para Quem Você Tira o Chapéu, quadro do Programa Raul Gil, e inesperadamente não tirou o chapéu para Donald Trump, presidente dos Estados Unidos.

Veja: Eliana surpreende ao falar sobre namoro e carreira de Fátima Bernardes

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A comunicadora declarou que é importante que todos cuidem do meio ambiente por causa do futuro e que 197 países assinaram o Acordo de Paris, garantindo que irão reduzir a poluição, menos os EUA. “Pense com carinho e participe desse acordo e nos ajude a melhorar o nosso planeta”, pediu a loira.

Depois, a famosa não aprovou o nome de Johnny Depp, ator hollywoodiano conhecido pela franquia Piratas do Caribe. “Grandes papéis ele já fez, uma figura respeitadíssima como profissional, agora infelizmente na vida pessoal ele agrediu a esposa. Assim como outras figuras pelo mundo afora, assim como muitos homens”, afirmou a apresentadora.

“Aqui no Brasil, a cada sete segundos uma mulher é agredida. Por dia, 13 mulheres são mortas por feminicídio  no nosso país. Isso é muito sério. Então, por mais que eu admire o Johnny Depp como profissional, eu não posso tirar o chapéu pra ele, porque ele não respeita a mulher, ele infelizmente agrediu a sua esposa, e a gente precisa denunciar”, avaliou a artista.

Leia mais: Depoimento de Rodrigo Faro para Eliana no Programa Raul Gil divide a web

“Eu sei o quão triste é a gente ter que denunciar essas coisas, como dá medo, como a gente não sabe como vai ser recebida numa delegacia, mas essa é a única maneira que a gente tem de não ficar em silêncio e não deixar que isso aconteça cada vez mais”, opinou Eliana.

Assista:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio