Eduardo Oinegue, novo âncora do Jornal da Band, fala sobre Boechat: “Insubstituível”

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Escolhido para ser o novo âncora do Jornal da Band após a morte de Ricardo Boechat, Eduardo Oinegue assumiu o posto no último dia 13 e disse que se sentiu muito honrado com a decisão do canal da família Saad.

“Já estava na casa discutindo outros projetos. Era uma discussão que se tinha, mas fui para o Jornal da Band, motivo de orgulho”, disse o jornalista ao colunista Flávio Ricco. Ele ainda garantiu estar gostando da experiência.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“A equipe é extraordinária e todos estão sendo muito acolhedores. A gente treinou bastante, não foi uma coisa que entrou no ar e pronto. O importante no começo é não errar. Não errar é uma forma de acertar”, avaliou o profissional.

Com relação a
Boechat, Eduardo garantiu que não está no informativo para substituí-lo. “Ele é
absolutamente insubstituível. Não existe esta possibilidade. Alguém precisava
apresentar e me senti honrado de ter sido o escolhido”, apontou o famoso,
listando ainda qualidades deixadas pelo jornalista.

“Eficiência,
respeito aos entrevistados, respeito à notícia, não brigar com a realidade, mas
também não se conformar com ela e continuar o bom jornalismo”, concluiu Oinegue.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais