Editor de Sabrina Sato tem surto de raiva e é internado

Publicado há 3 anos
Por Rick Souza
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na semana passada, o Observatório da TV noticiou que um editor da RecordTV teve um surto após ser demitido e acabou apagando, dos servidores do canal, uma edição inédita do Programa da Sabrina, exibido nos sábados da emissora. O que ainda não se sabia era o bastidor da insólita situação.

Nos meses antes de ser demitido, o editor em questão teria registrado diversas queixas e reclamações no departamento pessoal da emissora, relatando sobrecarga e que era o único profissional a fechar o programa, algo que deveria ser feito em conjunto com outro editores e com a supervisão da diretora da atração, Rita Fonseca. Apesar das inúmeras ocorrências, nada foi feito pela Record para mudar a situação.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Editor mandado embora apaga edição inédita do Programa da Sabrina

A produção vivia sob rumores de cortes para que fossem abertas vagas para realocar profissionais do Legendários, extinto no final do ano passado, e também sob boatos de que o programa seria terceirizado para uma produtora, como já acontece com o Programa do Porchat. A primeira parte da crise se concretizou na última quinta, dia 1º, com a demissão de diversos profissionais – dentre eles, o editor das incontáveis queixas no RH.

Ao ser comunicado da demissão, ele tomou uma atitude inesperada, apagou do centro exibidor da emissora e excluiu da ilha de edição a cópia do Programa da Sabrina que iria ao ar naquele sábado, dia 10. A direção da Record, informada do acontecimento, optou por desistir de demitir o funcionário amigavelmente para o demitir por justa causa, ou seja, sem direito a saque do FGTS, sem indenizações e sem direito ao benefício do seguro-desemprego.

Chamado ao RH para a formalização do desligamento, o editor teria surtado. Informações de bastidores contam que ele teve uma crise de raiva e choro e chegou a ficar violento. Ele não assinou a papelada e foi encaminhado para um hospital, onde foi internado.

Consultada, a RecordTV não quis se manifestar sobre o assunto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio