Du Moscóvis fala sobre efeitos especiais em O Sétimo Guardião

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eduardo Moscóvis irá viver um dos personagens mais marcantes de O Sétimo Guardião, nova novela das nove da TV Globo. Ele será Leon, um dos guardiões da fonte milagrosa que dá fama a cidade de Serro Azul. O personagem caso abandone sua missão de cuidar do bem mais precioso da cidade, ainda que em nome de um grande amor, pagará uma terrível pena logo depois. Como já esperado, isso enfim que acontecerá. Antes mesmo de se concretizar a fuga planejada com a amada Neide (Viviane Araújo), Leon será transformado em gato.

Leia também: Adriana Lessa comemora volta às novelas em O Sétimo Guardião: “Retornar em uma novela da Globo é muito bom”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eduardo ainda não teve acesso às cenas em que se transforma em felino. Mas em conversa com o jornalista André Romano do Observatório da Televisão, contou como está sendo viver um gato. “Você tem que perguntar para o gato como é que está sendo viver o Du (risos). Eu estava falando sobre isso agora essa coisa toda do gato agora. A gente está preparando a transformação, os efeitos especiais têm que ter um tempo grande. Eles estavam me explicando mais ou menos. Mas verdade eu não sei muito, só sei que ele foi enfeitiçado e em algum momento ele desvira gato. Deve ser por volta do capítulo 30.”, revelou o Du Moscóvis.

Quando perguntando se sabe se seu personagem será vilão ou mocinho, o ator imediatamente respondeu que ainda não sabe. “Não sei nada, o autor está aqui, fala com ele e depois você me conta. Mas afinal fazer uma novela é isso, existe uma linha, uma intenção, mas isso não necessariamente quer dizer que vai acontecer. Enfim, isso definitivamente depende muito da reação do publico e do feedback.”

De volta a TV

Longe das novelas desde A Regra do Jogo (2015), Eduardo Moscóvis se diz feliz em retornar a TV. “A equipe é muito maneira. O Alan que é o diretor geral, me dirigiu em Louco Por Elas e no filme Berenice Procura. A equipe do Papinha é muito legal e a possibilidade de trabalhar com o Aguinaldo é muito boa. Ele foi o primeiro autor que eu trabalhei em televisão. Eu fiz uma novela do Aguinaldo chamada Pedra Sobre Pedra. Logo depois fiz Senhora do Destino e agora estou aqui de novo. Eu acho que é um universo bacana que ele está revisitando, o Aguinaldo escreve com muita propriedade. Brincar com o lúdico, a magia e essa liberdade poética está sendo muito legal. Fora que o elenco é absurdo, eu olho para os lados e só vejo gente boa.”, afirmou.

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio