Deus Salve o Rei: Virgílio conta para Catarina que existe um grupo de oposição do reinado de Rodolfo

Publicado há 3 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de Deus Salve o Rei, Virgílio (Ricardo Pereira) que virou um informante da rainha Catarina (Bruna Marquezine), acabará entregando que um grupo de cidadãos de Montemor tem se reunido na taverna para fazer oposições ao reinado de Rodolfo (Johnny Massaro).

Veja também: Romero convida Saulo para jantar em casa e arruma confusão com Betânia

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Diante da rainha Catarina que aparenta estar atenta e preocupada, Virgílio abre o jogo. “Sim, é verdade, majestade. Um grupo de cidadãos está se reunindo com frequência na taverna para fazer oposição ao rei. E quem aparece como principal líder deste movimento… é Afonso. “, diz o rapaz. A rainha pergunta então se Amália (Marina Ruy Barbosa) também é envolvida nas reuniões. “Não apenas participa como, às vezes, me parece até mais exaltada do que ele. No entanto, o mais revoltado de todos, sem dúvida, é Cássio.”, responde Virgílio.

Veja também: Rodolfo ordena a morte de Brice: “Queimem a bruxa!”

“Cássio sabe que Afonso ainda tem grande prestígio junto ao povo… E Rodolfo, de fato, está se mostrando um rei tão inapto, que não tardará para que seja derrubado.”, afirma Catarina. Virgílio pergunta se a rainha tem algum interesse que Rodolfo seja destituído do cargo. “Não agora. Não enquanto eu não tiver carregando no ventre um legítimo herdeiro ao trono. Precisamos dar um jeito de conter esta rebelião.“

Veja também: Catarina dorme com Virgílio para tentar engravidar

A rainha pede para Virgílio que fique atento e traga até ela toda informação possível e diz que precisará se aproximar ainda mais de Diana. “Também darei um jeito de me aproximar ainda mais de Diana.”, diz Catarina.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio