Deus Salve o Rei: resumo do capítulo desta sexta-feira, 29 de junho de 2018

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira o que acontece no capítulo da novela Deus Salve o Rei, que vai ao ar nesta sexta-feira (29), na faixa das 19h30, na Globo.

Amália se surpreende quando Virgílio lhe conta que foi Catarina quem mandou atear fogo à cabana onde eles estavam. Catarina sente indisposição. Amália desabafa com Diana. Afonso constata que o povo continua tendo grande admiração por Catarina. O casal que adotou a filha de Brice mente para ela, dizendo que a criança morreu.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Catarina desconfia quando não vê Afonso em seu quarto. Uma moça indica o Capitão Pizarro para ajudar Rodolfo a recrutar um exército. Otávio nega ajuda a Naná e Glória, mas muda de ideia quando Virgílio sugere que elas podem ser úteis. Otávio aceita que Glória fique no castelo, com a condição de Naná vigiar Afonso e Catarina. Catarina se desespera ao deduzir que pode estar grávida de Otávio.

Ainda em Deus Salve o Rei: Catarina descobre que Catarina foi adotada e é plebeia

Nos próximos capítulos de Deus Salve o Rei, Amália (Marina Ruy Barbosa) conseguirá reencontrar o rei Augusto (Marco Nanini) e o monarca revelará que Catarina (Bruna Marquezine) é adotada, já que a sua filha biológica morreu no nascimento e Demétrio (Tarcísio Filho) conseguiu comprar um bebê recém-nascido de um casal para colocar no lugar. “Então, Catarina não é uma princesa? Ela é uma… Plebeia! Como eu!”, dirá a ruiva, chocada com a revelação. “Uma órfã abandonada num convento. De pai e mãe desconhecidos”, seguirá o senhor.

“Que ironia do destino. Catarina sempre me humilhou por ser uma plebeia, quando ela mesma nunca teve sangue nobre em suas veias”, pensará a ex de Afonso (Romulo Estrela). “A culpa que eu sentia por guardar esse segredo me fez ser condescendente demais com ela. Eu não a repreendi como devia, fechei os olhos para muitos de seus erros. E depois… Já era tarde demais”, refletirá Augusto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio