Deus Salve o Rei: Catarina já sabe como vai se livrar de Constantino

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Catarina (Bruna Marquezine) continua agindo, fazendo o mal, em Deus Salve o Rei, na Globo. Agora, ela vai dar um jeito de finalizar a vida de seu ex-amante, Constantino (José Fidalgo), que reapareceu na trama. Na visão da vilã, ele pode atrapalhar seus planos e já não precisa mais dos serviços do soltado.

“Mas vamos tratar de um problema de cada vez. E o problema mais urgente no momento é Constantino”, dirá a Lucíola. “O que vossa majestade pretende fazer com ele?”, perguntará. “Calar sua boca para sempre. Para isso, preciso que você procure este homem e me traga o veneno mais poderoso que ele tiver”, dirá mostrando-lhe um bilhete.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Afonso salva Amália de incêndio provocado por Catarina, em Deus Salve o Rei

Mais tarde, quando Lucíola voltar, Catarina explicará o plano. “Finalmente! E então? Trouxe o que eu lhe pedi?”. “Aqui está o veneno, majestade”, afirmará Lucíola. “Tem certeza que será eficaz?”, indagará a vilã. “O homem que me vendeu garantiu que sim. E me aconselhou a ter muito cuidado. Disse que apenas algumas gotas são suficientes para matar”, explicará a empregada.

“Ótimo!”, dirá Catarina. “Como vossa majestade pretende envenenar o duque?”, perguntará intrigada. A rainha lhe mostrará um anel que possui um compartimento e uma espécie de agulha. “Eu oferecerei um anel a Constantino, como pagamento… Neste compartimento, fica o veneno. E aqui há uma agulha por onde ele será inoculado. Assim que o duque colocá-lo em seu dedo, ele sentirá… bem, sentirá a morte se aproximando”.

“Desculpe-me, majestade, mas será impossível não associar a morte do duque com vossa visita à masmorra”. “Eu estarei longe do castelo, quando Constantino estiver agonizando”. “A senhora então já tem um álibi?”. “Sim, E alguém irá em meu lugar entregar o anel a Constantino”. “E a senhora… já tem alguém em mente?”, perguntará Lucíola, preocupada.

“Relaxe, Lucíola, eu nunca pediria isso a você. Mas pediria a alguém bem próxima a você”. “Diana”, adivinhará. “Ela prometeu-me fidelidade, dizendo que me seria útil quando Afonso retornasse, mas… sinceramente? Nunca acreditei muito nela”, explicará Catarina.

“Mas se Diana cometer um crime como este…”, dirá Lucíola. “Ela ficará em minhas mãos para sempre!”, concluirá Catarina, com um sorrido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio