Deus Salve o Rei: Catarina finge inocência e diz que Amália armou para ela

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Deus Salve o Rei, na Globo, Catarina (Bruna Marquezine) foi encurralada por Afonso (Romulo Estrela). O rei quis saber o que um bracelete dela estava fazendo na casa de um alquimista, que vende pólvora. Para se livrar da acusação do monarca, a vilã dirá que tudo não passa de uma armação de Amália (Marina Ruy Barbosa) e Tiago (Vinícius Redd). Confira.

“Você não pode estar imaginando que eu conhecia esse homem!”, rebaterá Catarina. “Eu lhe fiz uma pergunta objetiva. Como o seu bracelete foi parar nas mãos de um alquimista que fabricava pólvora?”, questionará Afonso. “Você está insinuando que eu ajudei alguém a tramar aquela explosão? Está acusando a mãe do seu filho de ser uma assassina, Afonso?!”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Amália e Catarina são irmãs, em Deus Salve o Rei, na Globo

“Por favor, Catarina, responda à pergunta que eu lhe fiz”, dirá o rei. “Eu não tenho nada a esconder. Eu perdi meu bracelete, não sei como ele foi parar na casa desse tal homem… Como foi que você o recuperou?”, indagará. “Foi Tiago quem o encontrou lá…”. “Ah, Tiago! Eu devia ter adivinhado que ele está por trás disso! Por que vocês não perguntam a ele como a joia foi parar lá?”.

“O que vossa majestade quer dizer com isso?”, questionará Gregório. “Os senhores não acham suspeito que justo o irmão de Amália tenha encontrado a minha joia na casa deste tal alquimista? Não passa pela cabeça de vocês que Tiago pode ter posto o meu bracelete lá para me incriminar, a mando de Amália?”.

Tiago se defende em vão

“Isso é um absurdo!”, falará Tiago, revoltado. “Calma, Tiago!”, pontuará Gregório. “Recomponha-se, soldado!”, dirá Romero. “Por que eu participaria de um complô para explodir a mina? Eu ia destruir logo a maior fonte de renda do reino?!”. “E qual seria o interesse da minha irmã?!”, perguntará Tiago.

“Amália nunca se conformou com o nosso casamento, seria capaz de fazer qualquer coisa para se vingar de mim. E é natural que ela tenha pedido ajuda ao irmão, que tem livre acesso ao castelo”. “Com todo respeito, majestade, mas eu jamais mentiria numa investigação, fosse a mando de minha irmã ou de quem quer que seja”, falará Tiago.

“É a palavra de um soldado, irmão da mulher que me odeia, contra a palavra da Rainha de Montemor e Artena. A mãe do seu filho! Em quem você prefere acreditar?”, perguntará, deixando todos na expectativa da resposta de Afonso.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio